domingo, março 25, 2007

OS PRECARIADOS


O ano passado, um pouco por toda a Europa, assistiu-se a manifestações contra o novo flagelo que ataca o mundo do trabalho - a precariedade. Este fenómeno que visa apenas a exploração do trabalho e dos trabalhadores em prol do lucro cada vez maior dos empregadores, mina também a segurança social dos diversos países.

Esta realidade actual mina o estado social europeu e transforma os trabalhadores em coisas, descartando-os logo que envelhecem ou que possam ser substituidos por outros, que vendam o seu trabalho por uma quantia inferior.

O mundo do trabalho está a transformar-se numa selva, sem leis e sem qualquer segurança para a velhice, para onde todos caminhamos inexoravelmente.

Este ano vai haver maior contestação contra o trabalho sem direitos e sem segurança.


*******

Cartoon

3 comentários:

Zé Povinho disse...

As preocupações sociais e o combate ao trabalho precário também estão no meu pensamento. Volto aqui sempre que posso.

Aninhas disse...

Pior do que ter um emprego mal pago é sem dúvida ter um emprego sem direitos e ainda mais mal pago. Mais de 40% dos trabalhadores portugueses estão a prazo, a recibos verdes ou ilegais nos seus empregos.
É altura de dizer chega a esta situação, que no fundo não beneficia ninguém.

AnarKa disse...

O eterno conflito entre o capital e o trabalho por falta de regulação ostensiva por parte do Estado dito democrático e com preocupações sociais.