quinta-feira, abril 26, 2018

O NOME CONTESTADO PARA UM MUSEU

Existe uma polémica quanto ao hipotético nome do Museu das Descobertas, que poderia ser dado a um futuro espaço destinado a essa temática, sem que se conheça o que se iria expor e qual seria a mensagem que se iria lá querer transmitir.

Pelo que percebi Descobertas ou Descobrimentos são duas palavras que suscitam muitas resistências, creio que pela sua carga passada, em que as ditas foram usadas e abusadas pelo antigo regime, e com uma carga hoje considerada politicamente incorrecta.


Pessoalmente não tenho pruridos dessa natureza, quanto ao nome, mas também acho que esta é uma polémica extemporânea. Conforme li num espaço que leio com frequência (a.muse.arte): “… importa dar aos museus existentes os meios humanos e financeiros necessários para que possam apresentar e comunicar as respectivas colecções, articulando-se com a investigação académica na elaboração dos discursos; dar-lhes os meios necessários para repensar os modelos de musealização, definir redes e conexões entre espaços museológicos e reabilitar os espólios ignorados ou esquecidos.

Vamos fortalecer e dignificar os museus que temos, e só depois, poderemos pensar em novos espaços e com projectos bem amadurecidos...



domingo, abril 22, 2018

O LADO SÓRDIDO DA POLÍTICA

Já tivemos ministros que se promoviam internamente para empregos internacionais, deputados com moradas manhosas, deputados que pediam reembolsos de coisas que não pagaram verdadeiramente, políticos que se esqueciam de cumprir obrigações fiscais, também já tivemos os que decidiram em matérias em que não deviam, os que ajudaram quem lhes garantiu um futuro risonho, e agora até um ministro que terá recebido mensalmente dinheiro do antigo e futuro empregador.

Já não sei se os partidos políticos, o Parlamento e o Governo estão a rivalizar com o nosso sistema prisional, onde as pessoas saem pior do que eram à entrada... 

Não se pode generalizar mas lá que os casos se sucedem a uma velocidade enorme, isso sucedem.


sexta-feira, abril 20, 2018

O OPTIMISMO


Optimismo é a mania de sustentar que tudo está bem quando tudo está mal.”

Voltaire



O filósofo e pensador francês foi um homem controverso, e ainda hoje se discutem os seus escritos, mas esta é uma das suas frases que mais me faz pensar que foi bem à medida dos nossos políticos.

quarta-feira, abril 18, 2018

O SIGNIFICADO DE REEMBOLSO

A polémica dos reembolsos das viagens dos deputados das regiões autónomas continua a fazer correr tinta, e as declarações de Carlos César e de Ferro Rodrigues apenas deram mais fôlego à questão.

Eu sempre dei de barato a possível legalidade do procedimento, até porque, pelos vistos, era um procedimento comum, segundo Carlos César, mas as minhas reticências prendem-se com a ética, se é que existe alguma ética na política.

Os cidadãos, começando por mim próprio, perguntam-se se é um procedimento correcto, pedir-se um reembolso de algo que não se desembolsou. Os deputados recebem um subsídio para as viagens que fazem, logo não o pagam do seu vencimento.


Consultando o dicionário Priberam temos significados do verbo reembolsar coisas como: receber o dinheiro desembolsado ou restituir o dinheiro que outrem desembolsou. 


segunda-feira, abril 16, 2018

A LEGALIDADE E A ÉTICA


O caso do recebimento do reembolso de viagens por parte de alguns deputados das regiões autónomas, que está a indignar a opinião pública, e já teve desenvolvimentos desde que a notícia foi conhecida, no sábado passado.

O deputado do BE, Paulino Ascenção, renunciou ao mandato, reconhecendo que “esta foi uma prática incorrecta”, pedindo desculpas e decidindo devolver a totalidade do valor do subsídio de mobilidade, atitude que merece, apesar de tudo, o meu respeito.

Foram conhecidas outras declarações sobre este caso, que naturalmente envolve mais deputados, e talvez seja de salientar duas, as de Fernando Negrão (líder parlamentar do PSD), e a declaração escrita de Carlos César (líder parlamentar do PS).

Segundo Fernando Negrão, “ a confirmar-se o caso, é suficientemente grave para justificar uma análise rápida no sentido de terminar com a duplicação de pagamentos que possa existir”.

Carlos César justificou numa declaração escrita que pela sua parte cumpre e “sempre” cumprirá “a legislação e regulamentação em vigor”.

Os senhores deputados podem até nem estar a ir contra nenhuma lei neste caso, mas será ético da parte de um qualquer eleito pedir o reembolso de algo que foi pago com o dinheiro dos eleitores e não do seu próprio bolso?

Sobre a falta de ética na política, estamos falados!


sábado, abril 14, 2018

O REEMBOLSO DE VIAGENS NÃO PAGAS

Enquanto somos distraídos por regras para inscrição nas escolas, porque alguns terão dado moradas falsas, ou de familiares e amigos, para conseguirem matricular os filhos em determinadas escolas, quase sempre com melhores resultados do que as restantes, outras pessoas com maiores responsabilidades públicas, alguns eleitos até, praticam acções mais lesivas ainda, e ficam geralmente impunes.

O último caso conhecido é o dos deputados que terão recebido reembolso de viagens pagas por todos nós, e que dizem ser um comportamento legal.

Que rico exemplo, senhores deputados!...