segunda-feira, novembro 07, 2011

DISCURSO INCONGRUENTE

Estamos todos habituados a dizer que os futebolistas de cada vez que falam dizem umas quantas calinadas, mostrando que quem é bom de bola não é forçosamente bom com as palavras.

Na política, costuma dizer-se que vinga quem tem muita lábia, porque é preciso convencer os eleitorados, falar muito sem dizer nada e sobretudo nunca se comprometer demasiado com posições absolutas, porque o que é verdade hoje pode não o ser amanhã.

As coisas não são sempre assim, pois nos nossos dias já temos futebolistas que sabem falar, e também temos políticos com dificuldades na comunicação oral.

O exemplo mais recente da má utilização das palavras é de Seguro que anunciou “uma abstenção violenta mas construtiva”, como se as palavras “abstenção”, “violenta” e “construtiva”, pudessem ser utilizadas com coerência na mesma frase.

Digam-me lá se a política nacional não está parecida com o futebol, pelo menos no modo como a utilizam a língua portuguesa?

««« - »»»
Humor e Palavra

««« - »»»
Foto de Sintra
By Palaciano

5 comentários:

Angela Benevides Guedes disse...

Oi Guardião!!!
É um absurdo o que esses políticos falam ou prometem!
Desejo uma Boa Semana a Você.
Beijinhos
Ângela Guedes

São disse...

Pois...seria bom que lessem Eça , Herculano, ...

mas parece-me que nem desconfiam da sua exist~encia sequer

Boa semana

Anónimo disse...

Mais um produto das jotas, que não sabe o que diz...
Bjos da Sílvia

Pata Negra disse...

Trata-se de violência gratuita: abstém-se porque não tem opinião nem coragem, bate no povo, cobardemente, na retaguarda do mais forte, a maioria PPSD, e... construtiva é que não estou a ver como?! Estar-se-á a referir à construção de um estado de pobreza generalizada???
Um abraço ai

maceta disse...

é tudo uma questão de saber dar pontapés...

cptos