quarta-feira, novembro 02, 2011

CULTURA DE LIBERDADE

O ciberespaço é o último reduto da liberdade em todo o mundo e uma preocupação para muitos Estados. Pode parecer contraditório que Estados ditos democráticos também estejam entre os que desejam controlar a Internet, mas isso é uma realidade.

Ainda há bem pouco tempo a Google, um dos gigantes do ciberespaço, informou que muitos países solicitaram informações sobre tráfego efectuado por cidadãos determinados, e entre eles lá estava Portugal. Na altura até se tentou fazer uma comparação infeliz entre Portugal e os EUA, dizendo que nós pedíamos menos informações.

Os motivos invocados nesta tentativa de controlo do ciberespaço, são sempre idênticas, a segurança e a pirataria, e as penalizações que se anunciam são também semelhantes, e passam pela restrição do acesso à Internet.

O caminho escolhido de controlar o acesso e de exercer a censura, são lesivos dos direitos humanos, e já levaram a esquemas complexos e imaginativos de quem quer mesmo fugir ao controlo governamental, e o controlo incide apenas sobre quem usa a Internet sem pretensões criminosas.

Lamenta-se que em Portugal tenhamos políticos como o secretário de Estado da Cultura interessado em legislar sobre o modo como se usa a Internet em Portugal, um país onde o acesso à Cultura é dificultado pela falta de poder de compra e onde a Internet é pouco utilizada comparativamente com os outros países europeus.

««« - »»»
Foto Florida

««« - »»»
Humor - O Nerdinho

5 comentários:

Anónimo disse...

O Viegas diz que não é Estalinista, mas sempre vai querer atacar o que ele chama de pirataria, sem perceber que a grande pirataria continuará porque os conteúdos estão lá fora.
Lol

AnarKa

São disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
São disse...

Cada vez , Portugal está em melhores mãos, sem dúvida!!

Não seria melhor matar a população de vez???

Uns querem que se emigre , outros acham que temos que empobrecer, terceiros cortam em tudo menos nos seus ordenados e nos dos sequazes...

Tudo de bom

Anónimo disse...

Um escritor que nunca geriu coisa nenhuma falha na sua missão enquanto responsável pela Cultura e mete-se por caminhos que nunca lhe teriam passado pela cabeça.
Bjos da Sílvia

maceta disse...

Este governo tem alguns ministros algo cómicos e os secretários, finalmente, estão a chegar à rua...é para lhes conhecermos as feições...
julgam que não vão de abalada, mas é uma questão de tempo.
cptos