terça-feira, dezembro 02, 2008

MINISTRO ALIVIADO

O ministro Teixeira dos Santos veio afirmar que a descida das taxas de juro, que o Banco Central Europeu já «deu a entender» constituirão «algum alívio» para as famílias portuguesas. Não se ficou por aqui e acrescentou, «com certeza que as descidas das taxas de juro, juntamente com a descida do preço do petróleo e com a descida das taxas de inflação, são, num momento de grandes dificuldades que todos estamos a sentir, notícias que não deixarão de ser positivas para todos os portugueses.

O alívio, para desgraça do senhor ministro, não se deve a nenhuma medida tomada pelo executivo que integra, chefiado por José Sócrates, mas sim devido à conjuntura internacional, a mesma (conjuntura) que ele invocou quando estes mesmos factores estavam em alta.

Não fica bem a um governante, ainda mais a um ministro das Finanças, ora desculpar-se com a conjuntura, ora “anunciar” «algum alívio» quando o movimento é de sinal contrário. Ao senhor ministro ficava bem anunciar (agora sem aspas), medidas do seu governo no sentido de nos aliviar do sufoco causado pelos baixos vencimentos e pensões, e do desemprego galopante que assola este país.

Sempre julguei que estávamos a pagar a Teixeira dos Santos para ele tomar medidas a bem dos portugueses, e não para anunciar aquilo que não é obra sua e sobre a qual ele próprio já disse que nada controla.





««« - »»»
Pinturas
Alinhar ao centroDublin by fecker

London 02 by szklanytygrys

««« - »»»
Humor por Mordillo

9 comentários:

Laurentina disse...

SABES Zé QUE O TIPO COMO É O ULTIMO DA LISTA DOS MINISTROS DAS FINANÇAS...FICOU COM AS COSTAS ALIVIADAS...SÓ QUE ALIVIO, ALIVIO É NA SANITA LOGO PELA MANHÃ...DEPOIS É COSTUME PUXAR-SE O AUTOCLISMO PARA NÃO FICAR NADA A BOIAR NEM CHEIRAR MAL!
MAS ESTA CORJA PENSARÁ AINDA QUE SOMOS LORPAS OU ANDAMOS A DORMIR NA FORMA?!

BEIJÃO GRANDE

Pata Negra disse...

De que nos serve um governo se afinal somos governados pela conjuntura? Até ver os únicos que o governo socorreu foram os banqueiros!
Um abraço sem xuxalismos

Desprafonildo I disse...

Os gajos gozam com o povo ignorante e todos temos de lhes pagar!
É triste ver como se vota em "democracia"...

Maria disse...

Adorei os cartoons :-)
..de Ministros, nem quero lembrarr que existem...lembra-me logo a Sinistra Lulu...


Bjs

Anónimo disse...

Do pior ministros do bagalhuço o que é que se esperava? O porquinho a chorar está bem metido na peça.
Lol

AnarKa

A. João Soares disse...

Para os pobres e sem protecção saem de quando em vez palavras pias, procurando colher os louros da conjuntura, mas para os banqueiros e grandes empresários vai o dinheiro dos tristes contribuintes, por imposição e sem alívio, para suprir as suas incapacidades de gerirem, para as regalias exageradas dos gestores que erram, para a irresponsabilidade dos accionistas proprietários das empresas. Para os banqueiros há sensibilidade para compreenderem que estão em dificuldades e poderão ver o seu paraíso um pouco menos brilhante!
Mas os governantes sabem que serão esses que daqui a meses ou dias lhes darão os «tachos dourados» como aconteceu aos ex-governantes do BPN e do BPP. TUDO BOA GENTE!!!
Cumprimentos
João

Ferreira-Pinto disse...

Pessoalmente não atinjo qual o gozo que pode dar a algumas pessoas verem o seu ministro das Finanças catalogado como um dos piores da Europa, mas enfim ...

Quanto ao alívio, quero lá saber; eles já devem estar à espreita de uma maneira de nos por a canga outra vez!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Guardião

Tudo serve de alívio para quem tem a consciência tão pesada. Mesmo com as taxas de juro a descerem e o petróleo a baixar, o desemprego continuará a subir bem como o trabalho precário e mal remunerado. A classe média continuará a ser extinta e a procura de auxílio junto das Misericórdias e Bancos Alimentares continuará a crescer. Aumentarão também as Associações da pedinchice protagonizadas por figuras públicas a quem fica bem mostrar essa feição caritativa para com o próximo.
Que nos resta? Talvez ir de joelhos a Fátima e levar as imagens deste post por companhia.

Abraço

Tiago R Cardoso disse...

Gosto em particular de saber que estamos melhores graças a medidas que não foram tomadas por estes senhores, que as tomam como suas.

enfim...