quarta-feira, fevereiro 15, 2012

O ATAQUE CONTINUA

A ofensiva contra os funcionários públicos está de novo em marcha, e depois de diversas notícias sugerindo que os trabalhadores do sector privado iriam pagar mais IRS do que os funcionários públicos, lá surgem as mudanças do regime de contrato de trabalho em funções públicas.

O secretário de Estado Hélder Rosalino aparece agora com mais umas quantas medidas penalizadoras para os funcionários, afirmando que se pretende igualar as condições laborais entre o público e o privado. Curiosamente os cortes dos subsídios de férias e de Natal para este ano e para o próximo foram justificados exactamente pelas diferenças existentes, tanto que não se podia aplicar ao sector privado.

A demagogia deste governo que tem usado e abusado da cumplicidade da comunicação social, com a finalidade de dividir os portugueses, parece não ter limites.

««« - »»»
Humor - Ofertas de Valor Limitado

««« - »»»
Foto - Lanterna
By Palaciano

5 comentários:

Anónimo disse...

É pena que este povo não perceba que hoje tiram a uns e amanhã tiram a outros, sempre dizendo que é pela igualdade.
Bjos da Sílvia

O Puma disse...

O bom povo

não é todo igual

há os que lutam por todos

Metalurgia das letras disse...

Dividir as opiniões sempre foi um “golpe baixo” dado pelos políticos. Pena que nem todos lutam por um mesmo ideal. Mas tem aqueles que esperam “as poeiras abaixarem” para então tomarem partido.

Pata Negra disse...

Os vampiros andam com sede, as presas dormem.
Um abraço em contra-ataque

maceta disse...

mais outro caramelo que precisa de emigrar...com a mala de cartão.

cumpts