sábado, setembro 08, 2007

APOSTA NO MILHO PARA O BIOETANOL

Segundo as notícias vindas a lume nos últimos dias, o ministro da Agricultura sugeriu a utilização de 100 mil hectares de regadio em Alqueva, para a produção de milho destinado à produção de bioetanol.
Não sou nenhuma especialista na matéria, mas há alguns pontos desta sugestão que me causam alguma estranheza.
Em primeiro lugar, a sugestão do milho como matéria-prima, enquanto se aconselha o arranque de vinha e se deixa imensa fruta apodrecer por estes campos fora. Será que o aproveitamento dessa matéria-prima alguma vez foi equacionado? É que talvez pudessem ser aproveitados.
Em segundo lugar, o local sugerido. Será que é o melhor local para este tipo de cultivo intensivo? Seria curioso saber se há estudos feitos sobre este tipo de culturas.
Por último, temos os preços do milho e de tudo o que dele resulta para o sector da alimentação, a disparar nos mercados internacionais. Será que não há outras alternativas?
São questões que me preocupam, e é pena que não haja um debate público aprofundado sobre o assunto, para todos ficarmos esclarecidos.

****
Bioetanol é o género que compreende todos os processos de obtenção de etanol cuja matéria-prima empregada seja a biomassa, como por exemplo a cana-de-açúcar, o milho e a celulose. É um tipo de biocombustível. No Brasil ele é produzido em grande escala utilizando como matéria-prima a cana-de-açúcar. Há também a produção em outros países como os EUA e a França que utilizam o milho e a beterraba respectivamente. Entretanto o processo brasileiro é o mais avançado pois para cada unidade de energia utilizada no processo é gerado cerca de 8 unidades de energia na forma de etanol enquanto no processo americano essa relação é de cerca de 1 para 1,3 actualmente. O processo francês alcança a marca de 1 para 1,5. Alem disso no processo brasileiro começa a tornar-se cada vez mais comum a utilização do bagaço da cana, sobra do processo, para a geração de energia eléctrica.
Fonte Wikipédia

»»» - «««
Fotografia Manipulada
Mike Encore
Mike Encore

««« - »»»

NOVO SERVIDOR EM TESTE
Por mudança de ISP, entrou em funcionamento um novo sistema de transmissão de dados que me está a trazer complicações inesperadas. Novas tecnologias, ainda verdes digo eu, significam problemas acrescidos. Espero que a PT resolva em breve os soluços que a maquineta vem sentindo, para que tudo possa voltar ao normal.

»»» - «««

Humor Americano
Christo Komarnitski

R.J. Matson

15 comentários:

quintino disse...

E os Verde Eufémia vão permitir que isso aconteça?

Sophiamar disse...

Não sei qual a vantagem no cultivo do milho destinado a produzir bioetanol. Sei sim que a agricultura neste país está ao abandono, que não há um política de incentivo nesse campo, que qualquer dia não comemos um único produto nacional.
Quanto às imagens, são engraçadíssimas e não podemos deixar de rir.
Beijinhos e bom fim de semana.

Anónimo disse...

Bons Cartoons!!

Bom fim de semana ;-)
Abraços

SULISTA

Bruxinhachellot disse...

Por ser apaixonada por corujas acabei conhecendo seu blog, no post anterior tem uma coruja lindíssima. Essas fotos estão demais. Quando a plantação de milho pra produzir bioetanol, que como dizes vem sendo utilixada em grande escala aqui no Brasil, creio que é um meio de adquirir novos combustíveis já que os existentes estão cada dia mais caros. O caso é se a área escolhida não vai ser desmatada ou se a plantação vai criar problemas para a região.

Beijos de Sol e de Lua.

Fragmentos Culturais disse...

Interessantes 'cartoons'!

Esperemos que a primeira situação não se passe na 'escola real'...

Ricardo Soares disse...

talvez o assunto álcool abordado em meu blog seja do seu interesse sob a visão do professor luis felipe alencastro... abs

J.G. disse...

Pois aqui me atrevo a sugerir a utilização de 50 mil hectares de montanha rochosa de Trás-os-Montes para o cultivo de ananases!

Será que estão todos doidos lá pelos ministérios, ou sou eu?

um abraço.

Barão Van Blogh disse...

Sou novo nestas lides ...

Aqui deixo o convite para que visitem o meu espaço .

"Ao lado de fortes cavaleiros eu seguia
Terras de mil cores nós ia-mos conquistar"

Bom fim de semana .

C Valente disse...

o Alqueva é para os turistas e grandes empreendimentos o resto é foclore
Saudações amigas

Tiago R Cardoso disse...

tudo o que for combustíveis, alternativos e menos poluentes é bem vinda, agora discussões séria em Portugal, não será pedir demais ?
O amigo está com a PT, realmente não me parece que seja boa companhia para estar, a minha solidariedade.

o guardião disse...

Também acho Tiago. O Meo está a ser um barrete, pelo menos por agora. Segunda feira passo ao ataque, e ou resolvem os problemas, ou retorno aos serviços de que já dispunha. Certinho.
Cumps

adrianeites disse...

o mundo bem precisa de combustivel alternativo... se aí é o lugar errado... é capaz-..

o guardião disse...

Combustíveis alternativos, penso que é consensual, e que todos aceitamos. O que me questiono é se é racional incentivar o corte de vinha e atirar-se imensa fruta para aterros sanitários, quando são perfeitamente utilizáveis para esse fim, o bioetanol. Também é discutível utilizar um recurso precioso, a água do Alqueva, para a cultura do milho para ser utilizado como combustível, quando importamos quase tudo o que comemos.
Cumps

Laurentina disse...

Então e as visitas á famelga já terminaram ?!
Beijão grande

João Rato disse...

É só para te dar conta de uma prova de amizade no Rei dos Leittões