segunda-feira, janeiro 16, 2012

A COERÊNCIA DO PATRONATO

O patronato português, ou pelo menos uma boa parte dele, só conhece uma receita para aumentar a produtividade que é a diminuição dos salários dos seus empregados.

Nunca percebi muito bem porque é que se estudam nas universidades as estratégias para incrementar a produtividade, se a solução dos problemas se resume a baixar salários. Eu até já os tinha ouvido falar em premiar o mérito, em incentivar a competência e em recompensar a assiduidade, mas isso são águas passadas.

Agora a última estratégia que pretendem adoptar é a de descontar as pontes nas férias, mesmo sem o acordo dos trabalhadores. Formidável!

Para quem estava preocupado com a produtividade e afirmava que existiam demasiados feriados em Portugal, vai de conceder umas pontes e descontar esses dias nas férias dos trabalhadores, e fica resolvido o problema, na óptica do patronato e do governo.

Ficamos todos a saber que afinal não é preciso produzir mais, e que os feriados mesmo sendo muitos, ainda há espaço para se fazerem umas pontes, sempre à vontade do patrão, mas descontando esses dias às férias dos funcionários. Estes tipos são uns génios!

««« - »»»
Foto - Margarida

««« - »»»
Humor Sem Rosto

6 comentários:

Anónimo disse...

Abaixo as pontes dos patrões, vamos correr com os gajos ao pontapé!
Lol

AnarKa

Metalurgia das letras disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Metalurgia das letras disse...

Dinheiro,
Trabalho,
Dignidade.

Dinheiro,
Sofrimento,
Felicidade.

Dinheiro,
Na cara,
No bolso.

Dinheiro,
Por fora,
Por dentro.

Dinheiro,
Propina,
Politicalha.


Dinheiro,
Drogas,
Navalhas.

Dinheiro,
Patrão,
Empregado

Dinheiro,
Na mente,
No pensamento.

E o salário?
OOOOOOO!

Anónimo disse...

Eles pagam ao Coelho para lhes arranjar mão-de-obra o mais barata possível. A Margarida é linda.
Bjos da Sílvia

O Puma disse...

São génios e andam à solta

Cuidado

O Puma disse...

São génios e andam à solta

Cuidado