sábado, janeiro 29, 2011

RAZÃO INSANA

Se a loucura assombra a moralidade
O que direis da lúcida ambição?
É mais fácil prender-se a impunidade
Do que lançar-se a própria opinião.

Renego uma hipócrita realidade
Fruto da eterna subordinação
Pois no âmago da minha insanidade
Não há farpas de martírio e escravidão

Desta fúnebre vontade contida
Cresce a amargura do meu mundo imenso
Posto que a chama d´alma corrompida

Respinga gotas de sangue no lenço
E se a razão é o limite da vida
Desejo antes minha falta de senso.


Rosângela Aguiar

««« - »»»
Foto - Escada


««« - »»»
Humor - Moda Feminina

2 comentários:

Daniel Santos disse...

acertada escolha.

Cristina Torrão disse...

"É mais fácil prender-se a impunidade
Do que lançar-se a própria opinião."

É bem verdade. Infelizmente, muito pouca gente encontra coragem para ser honesta...