terça-feira, agosto 14, 2007

FOICE EM SEARA ALHEIA…

Uma das vantagens de escrever sobre Cultura e Turismo é receber informações na hora sobre estes dois assuntos via mail, ou até por SMS. Ontem foi uma dessas ocasiões, em que amigos destes sectores me deram notícias e me pediram para aflorar um assunto que verificaram presencialmente.
Todos os que se deslocaram à zona histórica de Sintra na segunda-feira, ou que lá moram, ou trabalham, foram afectados pela falta de água que se prolongou desde as 9 da manhã até perto das 14 horas. A explicação oficial dada pelos serviços competentes, os SMAS de Sintra, era a de estarem a proceder a reparações e colocação de bocas de incêndio na zona, e o período previsto para o corte de abastecimento, era das 9 às 12 horas desse dia.
De facto a falta de água prolongou-se para além do prazo previsto, certamente por alguma dificuldade encontrada, mas nem é isso o mais importante.
Todos sabem, e o presidente da edilidade melhor do que ninguém, que esta vila é um dos pólos turísticos da Grande Lisboa, que nesta altura do ano é literalmente invadido por turistas de todo o mundo, que lá acorrem para admirar não só a sua paisagem e os seus monumentos, mas também para uma paragem longe da cidade e das praias que têm ao seu dispor noutros destinos. O cartaz de Sintra atrai muita gente e vende enquanto destino turístico.
Não querendo discutir a necessidade destes trabalhos, absolutamente necessários em termos de segurança, estranha-se que, precisamente nesta altura do ano, se tenham efectuado estes trabalhos que deram tão má impressão a todos, nacionais e estrangeiros, durante o dia e não a horas em que o incómodo pudesse ser minimizado, por exemplo de noite ou de madrugada. É que o facto se repete, segundo informação fidedigna, pela segunda vez em menos de uma semana.
Quero pensar que não foi por causa de evitar o pagamento de horas extraordinárias ou por falta de pessoal que tudo aconteceu deste modo, o que seria inacreditável. Algo deve ter falhado e terá sido apenas um infeliz acontecimento.
Fica aqui o alerta: durante cerca de 5 horas, não houve uma única casa de banho disponível para, nas devidas condições, para milhares de pessoas que durante este período estiveram na zona histórica da Vila de Sintra. Péssimo cartaz turístico, senhor Fernando Seara.


««« - »»»


Ainda Torga

««« - »»»

Fotos no Feminino

Four oceans to find you by Winter and Wolf

Lay your troubles down by Winter and Wolf

««« - »»»

Humor

5 comentários:

Zé Povinho disse...

Eu sabia... .
Com que então a mesma ideia?
Abraço e até breve.

Tiago R Cardoso disse...

Em Portugal tudo já começa a ser uma infeliz confidencia, estava a ver que ninguém descobria, o porque da ausência do governo.

Sulista disse...

Nem me fales na falta de água que ando com um problema enorme de água imprópria para consumo no meu prédio...hoje já me chatiei com senhorio...

Grande Goraz, cont em forma :-)
A Malta está é farta daquela 'Malta'...

Abraço

Joca disse...

O Seara arranjou um tempito para ir à televisão falar de futebóis, por isso nem deve ter dado pela falta de água.
Olha que grande cartaz turístico para Sintra - Alivie-se atrás dum penedo e regue as acácias comurina, para acabar com as infestantes!
Fui

adrianeites disse...

por causa desses cortes d'agua (não em sintra) já tive de ir 2 ou 3 vezes trabalhar sem tomar duche! é que nem avisam!
cp's