segunda-feira, outubro 02, 2017

A TEIMOSIA NA POLÍTICA



Há políticos que gostam de cultivar a sua teimosia, julgando que com isso mostram determinação e coerência, não conseguindo adaptar-se aos tempos e às situações, que na política são bastante voláteis, como se sabe.

Entre o cata-vento puro e o político que se vai adaptando às situações vai uma grande distância, já entre a teimosia pura e a burrice é apenas um pequeno passo.

Em Portugal temos assistido às teimosias de Passos Coelho que o têm levado, e ao seu partido, a enterrar-se e enredar-se cada vez mais nas suas palavras e nas suas asneiras. Na Espanha vemos um Rajoy que exibe uma grande falta de jeito para o cargo, e uma teimosia perigosa, que conseguiu transformar um referendo que podia ser sempre contestado em termos legais numa vitória dos independentistas.

Políticos desta natureza são um perigo para qualquer Democracia e podem ser responsáveis pela insegurança, pelo radicalismo e até por actos desesperados por parte de indivíduo ou indivíduos mais instáveis.


1 comentário:

São disse...

Totalmente de acordo.