terça-feira, abril 12, 2011

A NOSSA MÁ IMAGEM

Estava eu a ler alto uma notícia em que Estela Barbot, uma economista portuguesa que é conselheira do Fundo Monetário Internacional, afirmava que Portugal está a ser “visto como um país do Terceiro Mundo", quando um amigo me respondeu de imediato que era um exagero.

Muitos portugueses, sobretudo os mais novos, não têm consciência do que este país já sofreu com as “ajudas do FMI”, nem sequer têm uma ideia concreta sobre o que se passou nas duas vezes em que estivemos à beira da banca rota.

Esta notícia trouxe-me à memória um episódio que ocorreu no domingo passado. Estava eu à porta de um monumento, pela manhã, e sou abordado por um senhor bastante irado que num inglês arrevesado me disse que era por causa de coisas como essas que Portugal precisava de 80 mil milhões de euros, ao mesmo tempo que me atirava com os bilhetes grátis que obtivera na bilheteira. O senhor era alemão, e à saída não se eximiu de me fazer notar que no país dele se pagava para visitar os museus, e que nós não éramos ricos.

Não é só Estela Barbot que diz que a nossa imagem está de rastos, como se vê. Claro que muita gente está alheia a estas coisas, mas o que é verdade é que quem contacta diariamente com estrangeiros, sabe perfeitamente que a imagem que passa lá para fora é má, e as razões são aquelas que conhecemos: este país foi mal governado durante muito tempo, e é por isso que estamos como estamos.
 
Colaboração do Palaciano
««« - »»»
Fotos - Primavera em Sintra
By Palaciano

By Palaciano
««« - »»»
Humor em Crise

5 comentários:

Daniel Santos disse...

o problema é quando os portugueses tem ainda pior imagem de Portugal que os estrangeiros.

Pata Negra disse...

O turista lá de fora não é mais informado que o turista cá de dentro! Afinal de contas o presidente da comissão europeia e o vice do BCE nós conhecemos! Dá para ver que a corja está para lá de Vilar Formoso!? Os capitalistas são amis burros do que nós, só têm a menos alguns princípios!
A nossa imagem é linda, quem suja o espelho são as varejeiras que andam à volta!
Um abraço de 1143

Cata- Vento disse...

Neste momento poucos serão aqueles, estrangeiros ou não, que não deram pelo estado lamentável em que o nosso país se encontra e que não formulam juízos de valor sobre as sucessivas governações da última década.Pelo menos! O pior é seguir-se mais do mesmo.

Bem-hajas!

Abraço fraterno

Anónimo disse...

É o que dá dar borlas aos Camones e aos Boches...
Ainda nos gozam os fdp
Lol

AnarKa

Vieira Calado disse...

É evidente que a culpa é de todos,

mas as maiores culpas

são sempre de quem manda.

No caso português, os governantes

têm governado bem...

mal!

Um forte abraço