terça-feira, abril 19, 2011

A “AJUDA” EXTERNA

Muito se tem falado da “ajuda” que estamos em vias de receber por parte do FMI e dos nossos “parceiros” europeus, mas poucos se detêm sobre a factura que iremos pagar.

Estes nossos “amigos” parecem dispostos a emprestar ao Estado português cerca de 80 mil milhões de euros por um prazo de poucos anos a um juro que deverá rondar os 5 ou 6 por cento, o que é cerca de 3% acima do que são os juros correntes entre as economias mais desenvolvidas e com boa cotação.

Sem qualquer surpresa lemos que o FMI quer “obrigar” a cortes nos subsídios de férias e de natal dos reformados, e naturalmente o mesmo para os funcionários públicos. Maior facilidade dos despedimentos é mais um dos “remédios” preconizados, tal como os cortes nos subsídios de desemprego e na sua duração.

Com tantas”ajudas” destes nossos “amigos”, quem precisa de inimigos?

««« - »»»
Foto - Ursinho Rico
Little Teddy Got Rich by daniellerhianne
««« - »»»
Humor - Não Incomodar

6 comentários:

C Valente disse...

Tanta ajuda que mata o doente
ninguém dá nada a ninguém
Saudações amigas

C Valente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tulipa disse...

Entrei as 00.00h do dia 19 de ABRIL debaixo de um tremendo temporal, chuva forte, trovoadas e descargas eléctricas com fartura.
Possas...assusta!!!
O céu enfeitado de luz, grandes clarões...poderei pensar:
Fogo de artifício em minha homenagem!

FELIZ DIA PARA MIM e para todos vós que me vão acompanhar nesta festança.

Beijinhos.

Daniel Santos disse...

estamos bem arranjados.

LopesCa disse...

:s pois

opolidor disse...

ricas encomendas...