terça-feira, julho 20, 2010

DE BARRIGA CHEIA

Vivemos num país injusto onde a riqueza está muito mal repartida, mas onde se dizem os maiores disparates sobre a melhor forma de enfrentar a crise, parecendo que muitos nem sabem em que país vivem.

Ouvir um senhor que até já passou pelo governo e que aufere legalmente uma reforma que obteve aos 47 anos, do generoso Banco de Portugal, dizer que uma das medidas que propõe é a de cortar no próximo ano 20 ou 25% aos ordenados da função pública, confesso que me revolta.

O bodo dos ricos, de que esse senhor não fala, está bem patente na venda de viaturas de luxo, que registaram um nível recorde no 1º semestre deste ano, subindo qualquer coisa como 50%. Não sei quantos funcionários públicos terão comprado um Jaguar ou um Porsche, mas o senhor Ernâni Lopes deve saber.

Que eu saiba o senhor Ernâni Lopes não propôs taxas mais elevadas para bens de luxo, ou sobre reformas chorudas, talvez porque deve pensar que devem ser os pobres a pagar a crise. Falar grosso com a barriga cheia é fácil, mas o desplante tem limites e já não são poucos os que começam a estar fartos de tanta injustiça e falta de vergonha.

Pode também ler AQUI, AQUI e AQUI

««« - »»»
Humor Negro



5 comentários:

Anónimo disse...

O Ernâni e o Silva Lopes falam muito sobre cortes para os outros mas "abicham" reformas de nababos às quais nunca renunciaram, mesmo sabendo que são imorais se comparadas com as da grande maioria dos tugas que trabalharam uma vida inteira e recebem pensões vergonhosas.
Lol

AnarKa

Meg disse...

Guardião,
Apesar do trabalho, tive de vir aqui dizer-te que ainda estou para ouvir o Mário Crespo questionar esses senhores sobre as asuas reformas.
Obrigada...pela tua visita de há pouco.
Um abraço

Daniel Santos disse...

nem mais. Assim é que é falar.

Graça Pereira disse...

Meu Amigo
Obrigada pela tua visita solidária!
O teu artigo...revolta-me e, ao mesmo tempo, explica-me porque é que nós não saímos da crise...
Há dias, no JN li um artigo onde alguem perguntava porque era que o nº de milionários tinha crescido neste país... Era uma pergunta inocente, não achas???
Um abraço amigo
Graça

Nocturna disse...

Pois é assim, meu amigo .
Estes tubarões, todos os diss pregam o sermão da austeridade para salvar o País. Mas .... cuidado, austeridade só para os outros, os que já lhes pagaram os ordenados quando foram governo, e que ,dos nossos pequenos salários, ou pequenas reformas ainda temos que pagar as chorudas reformas que eles têm.
Isto nunca acabará ?
Os portugueses ainda precisam de mais para acordar ?
Um desolado abraço
Nocturna