sexta-feira, dezembro 19, 2008

NATAL

Se considero o triste abatimento
Em que me faz jazer minha desgraça,
A desesperação me despedaça,
No mesmo instante, o frágil sofrimento.


Mas súbito me diz o pensamento,
Para aplacar-me a dor que me traspassa,
Que Este que trouxe ao mundo a Lei da Graça,
Teve num vil presepe o nascimento.


Vejo na palha o Redentor chorando,
Ao lado a Mãe, prostrados os pastores,
A milagrosa estrela os reis guiando.


Vejo-O morrer depois, ó pecadores,
Por nós, e fecho os olhos, adorando
Os castigos do Céu como favores.


Manuel Maria Barbosa du Bocage



««« - »»»
Nota do autor: Como já disse a saúde anda um pouco por baixo, e a minha disposição ressente-se, bem como o esqueleto que pede mais descanso. Desculpem-me por andar arredado dos vossos espaços, mas lá voltarei quando as forças mo permitirem.

««« - »»»
Pinturas
Fly peacefully by StarScream69

Painting 46 by RougeStarCreations

««« - »»»
Humor
Steve Breen

Steve Breen

7 comentários:

Pata Negra disse...

As melhoras em primeiro. Também já me aconteceu um Natal em dieta, custa mas aguenta-se. No próximo Natal, vinga-te!
Um abraço e não tomes os comprimidos

Anónimo disse...

Algum desalento, mesmo tristeza, numa altura destas? Arriba José! As melhoras rápidas e saúde para festejar mais um Natal.
Bjos da Sílvia

Jorge Borges disse...

Desejo as melhoras o mais rapidamente possível. É magnífico nunca esquecer Bocaje, que tão crítico foi face aos costumes da sua época.

Um abraço

Mário Relvas disse...

Que o Natal seja amigo e solidário.

Que o ano de 2009 conserve a saúde, a amizade e a capacidade de acreditar e continuar a esperança.

Tiago R Cardoso disse...

Não faz mal, primeiro que te recomponhas e depois um Feliz Natal.

LopesCa disse...

Primeiro a saúde, desejos de melhoras :)

Jorge P.G disse...

O talento único de Bocage, para mim o maior de sempre.

Desconhecia que a saúde não tem andado na melhor das formas, amigo José.
Quis enviar-lhe um postal de Boas Festas, mas o seu mail no clix, o único que possuo, rejeita-o permanentemente, ao que parece por falta de espaço disponível.
Assim, deixo agora desejos de rápidas melhoras e um um ano novo com saúde, paz e amor.

Um Bom Natal, entretanto.

Cumps.