domingo, dezembro 27, 2015

A EMINÊNCIA PARDA

Há uma eminência parda que domina efectivamente o governo alemão e as instâncias europeias, e ai de quem se atreva a enfrentar as suas ordens, chama-se Schäuble.

Não sou propriamente um adepto de teorias da conspiração, mas quando falamos da Alemanha, confesso que fico sempre com um pé atrás, porque a memória de duas guerras mundiais ainda está bem presente na minha mente.

O domínio da Europa pela via económica foi quase conseguido com a introdução do euro, feito à imagem e semelhança do marco alemão, e também com a imposição de políticas que acentuaram ainda mais a dependência dos mais fracos bem como o alinhamento de outros que não querem perder o que têm.

O poderio económico da Alemanha, que soube proteger as suas empresas, o emprego e os seus interesses, usando o mesmo proteccionismo que era negado a todos os outros, não se mostrou suficiente para o completo domínio germânico.

Uma outra vertente começa agora a ser desenhada, e já vemos admitida a necessidade de libertação de verbas, na Alemanha, para despesas militares, e já se fala num exército europeu.


A história pode estar a repetir-se, com as diferenças próprias dos novos tempos ou, quem sabe, tudo não passa dum conjunto de coincidências…


4 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Eu não acredito em coincidências.
Especialmente em história.
Um abraço e dias felizes

Gilberto Fernandes Teixeira Teixeira disse...

"Aqueles que não lembram do passado estão condenados a repeti-lo, mas aqueles que se recusam a esquecer o passado, estão condenados a revivê-lo." (Emily Thorne)

heretico disse...

abraço

votos de BOM ANO

Anónimo disse...

http://www.noticiasaominuto.com/politica/510679/paulo-portas-nao-se-recandidata-a-lideranca-do-cds