quinta-feira, abril 04, 2013

A SEMANA “HORRIBILIS”



Esta semana promete ser a semana mais negra deste executivo desde a sua tomada de posse. A sua desagregação começou na prática pela demissão (tardia), de Miguel Relvas, ocorrida hoje.

Miguel Relvas estava na corda bamba há muito tempo, e só a teimosia de Passos Coelho o mantinha em funções. Devido à conjugação de outras notícias negativas, a demissão foi atirada agora para cima da mesa, de modo a concentrar tudo o que se prevê negativo no mais curto espaço de tempo.

O adiamento do relatório sobre os créditos às licenciaturas, a dar crédito ao que diz a imprensa, é uma das razões deste “timing”, e a expectativa de se conhecer, esta semana, o acórdão do Tribunal Constitucional sobre a constitucionalidade das medidas do Orçamento de Estado, contribuem para se perceber que vai ser tentada uma renovação do executivo para breve.

Estes serão os estertores duma “morte anunciada” dum governo que nunca foi uma solução para os problemas do país, tendo-se revelado apenas num problema ainda maior, que coloca em risco a própria Democracia.

Relvas já sai tarde, e o restante executivo cairá de podre, se não for corrido antes.


4 comentários:

São disse...

Àdequada ilustração para uma análise correctissima sobre este bando que está no Poder.

Deveria era cair toda a quadrilha!!

Bom serão

Pata Negra disse...

Agora é a vez de averiguar onde estudou Gaspar. Se Relvas sabia tanto e Gaspar não sabe nada, faço ideia como serão os seus diplomas!
Um abraço num dia que não esquece

MARIA disse...



A São diz muito bem QUADRILHA!!!!

Metalurgia das letras disse...

Que o "trio" agora se vire! E que tenham o mesmo destino do Relvas.