sábado, julho 10, 2010

SAÚDE EM CAUSA

Há alguns anos tornaram-se comuns nos Estados Unidos os processos judiciais contra as grandes tabaqueiras, acusadas por venderem um produto que vicia e que causa danos à saúde dos cidadãos, não só pelo consumo directo mas também pela inalação do fumo causado pelo seu consumo.

O resultado dos processos judiciais foi em muitos casos uma indemnização choruda, porque os danos eram facilmente provados.

Uma nova vaga de processos judiciais parece estar a surgir agora, não contra as tabaqueiras, mas sobre as grandes cadeias de “junk food”. Todos os especialistas são unânimes em considerar que muitos dos produtos vendidos nestes estabelecimentos são prejudiciais à saúde, e que o seu consumo continuado aumenta ainda mais os seus efeitos prejudiciais.

Sei que este assunto não será pacífico, até porque para muitos a fast food é prática e relativamente barata, mas lá que faz mal, isso faz.

Leia também AQUI

««« - »»»
Foto à Mesa


««« - »»»
Humor e Futebol
Por Dalcio

Por Dalcio

2 comentários:

O Quiosque da D. Maria disse...

A sopinha tradicional é o mais saudável. Falta muitas vezes o tempo e o dinheiro. É que a sopinha já não é tão barata quanto se pensa. Os legumes e a fruta estão a preços exorbitantes.

zé lérias disse...

Os tubarões dos "fast-food" não vão desarmar. Qualquer dia mudam a publicidade.
Integram-se no movimento "slow food" e dobram a doze de gorduras saturadas, apregoando "Gordura é formosura. Não chegue a velho pela sua rica saúde!"
E assim livram-se (mais uma vez) dos tribunais.

Abraço e bom fim-de-semana