domingo, janeiro 19, 2014

SEMANA DESGRAÇADA DA MAIORIA

A semana que passou foi fértil em asneiras por parte de políticos ligados às juventudes partidárias da coligação governamental.
O CDS deu o seu contributo com a proposta de redução da escolaridade obrigatória e a do PSD, talvez por se sentir ultrapassada pela congénere, atacou com o referendo à coadopção.
Em boa verdade também os mais velhos dos partidos da maioria deram nas vistas, obviamente por maus motivos, pois não souberam o que fazer com a sua consciência quando confrontados com a disciplina de voto, que lhes foi imposta.
São jovens e adultos com estas características que nos (des)governam, pelo que não admira que estejamos tão mal. Se o povo não colocar um ponto final nesta situação, correndo com eles dos lugares do poder, o descalabro pode ser ainda pior...


2 comentários:

São disse...

Estas Juventudes são mais retrógradas que a maioria da dita "peste grisalha"!!

E quanto a quem obedeceu caninamente às ordens dos Partidos e fez declaração de voto, fez-me ter ainda mais vergonha do que já tenho de que algumas criaturas sejam tão portuguesas quanto eu!!

Não lhes basta infernizar a vida dos velhos , agora têm que destruir a hipótese das crianças já em situação terem amor e apoio aquando da morte da mãe ou do pai!!!

Canalhas, que não respeitam nada nem ninguém!

Bom domingo

Elvira Carvalho disse...

A Juventude, não só estas destes partidos, mas aquela que se vê nas ruas e com a qual nos cruzamos no dia a dia, é na grande maioria retrograda. Ultimamente eu frequento três escolas (é verdade estou na Universidade sénior, que funciona em várias escolas secundárias)e nem queira saber as coisas que oiço a alguns jovens. Alguns até dizem que estamos precisados dum Salazar para endireitar o País. Pergunto-me se não somos nós culpados disso, por lhes termos dado tudo o que queriam, às vezes com que sacrifício, em vez de lhes termos mostrado o que era a vida nesses tempos.
Decerto não suspiravam por ele.
Um abraço e uma boam semana