quarta-feira, março 20, 2013

FRASE ASSASSINA



Vítor Gaspar já soma diversos defeitos dos quais não pode fugir, pois o seu trajecto enquanto ministro das Finanças é esclarecedor. É claramente um mau ministro, que errou todas as previsões feitas até agora, mas sobretudo é o “pai” da estratégia seguida por este governo, que tão maus resultados tem dado.

Um defeito agora demonstrado, era absolutamente escusado para a opinião que muitos já dele têm, que é o de demonstrar um cinismo absolutamente revoltante, quando afirmou que “as autoridades cipriotas propuseram neste contexto a introdução de uma contribuição dos depósitos bancários…”,  justificando assim ter sido um dos que aprovaram esta medida para o resgate de Chipre.

Bem pode Vítor Gaspar vir clamar que uma solução semelhante à de Chipre “está fora de questão” para Portugal, porque a sua palavra de nada vale, pois também nunca admitiu que grande parte das medidas que estão a ser impostas em Portugal também foram sugeridas pelo governo de que faz parte. Nós, nas costas dos outros vemos também as nossas…



2 comentários:

São disse...

Depois deste roubo descarado às reformas, não tenho grande coisa para pôr no Banco, mas agora é que não ponho mesmo.

Esta gente anfa em perfeito desatino e eu não tenho que os aturar!!!!

Tudo de bom

Metalurgia das letras disse...

Por cá, uma vez, um tal de "Collor" já fez até confisco. Cuidado para não deixarem entregar mais as riquezas portuguesas para alguns banqueiros da troika.