domingo, julho 17, 2011

NEM TUDO É MAU

Os alemães são quase sempre apontados como exemplo de um povo que sabe organizar melhor que os outros, e que por isso é mais produtivo e mais rico. É uma ideia feita baseada apenas em aspectos económicos, que tem ganho adeptos.

Haverá certamente alguma explicação científica para que a Alemanha seja mais desenvolvida economicamente do que Portugal, mas não serei eu a debruçar-me agora sobre isso.

Se não somos muito organizados, e se o empreendedorismo não é o nosso forte, isso não quer dizer que por cá tudo seja mau. Podemos começar pela dieta mediterrânica que é muito mais saudável que outras, o nosso sol e as nossas praias, o nosso património e a nossa história que é quase milenar.

Mesmo na área que parece ser a nossa maior fragilidade, que é na produtividade somos pioneiros como acaba de ser reconhecido por especialistas alemães, imagine-se. Aquilo que era considerado um exemplo da nossa baixa produtividade, que era a sesta, ou uma pausa mais longa entre os dois períodos de trabalho diário, é hoje reconhecido como uma importante medida para manter o rendimento e a motivação do trabalhador.

Digam lá se não andamos muito à frente… 

««« - »»»
Foto - Brancas e Bravas

««« - »»»
Humor - Português e Empreendedor

5 comentários:

Anónimo disse...

Os rígidos e frios alimões estão a ficar moles?
Bjos da Sílvia

Cristina Torrão disse...

A eficácia dos alemães não assenta só na organização, tem várias razões. Uma delas, a meu ver, muito importante, tem a ver com a boa formação dos seus trabalhadores. Em Portugal, há poucas oportunidades para os jovens, que, com o 12º ano, não sabem exercer profissão nenhuma. Um dos grandes erros de Portugal é não levar a educação/formação a sério. É preciso ensinar profissões, a par dos programas habituais (e essenciais) do ensino, dar alternativas aos cursos superiores.

Uma outra razão, é os portugueses não saberem aproveitar aquilo que têm: "dieta mediterrânica, o nosso sol e as nossas praias, o nosso património e a nossa história que é quase milenar" - apesar de haver muito turismo, podia haver muito mais. Portugal não é só praias, o investimento noutro tipo de turismo podia e devia ser maior.

elvira carvalho disse...

Bom eu sou uma analfabeta em política... e não só. Não sei se os alemães são melhores que nós, ou se lhes é dado condições para serem melhores que nós. Cá, e penso que deve ser igual em todo o mundo, há bons e maus trabalhadores. Há quem trabalhe com gosto, quem prime por fazer bem o seu trabalho, e há quem queira é o fim do mês para receber, e nem se preocupe nada se aquilo que faz está bem ou mal feito. O que eu já reparei é que milhões jogam todas as semanas no Euromilhões. Ainda não ouvi um que dissesse, "Se me saíssem aqueles milhões, criava postos de trabalho para 10 ou 20 pessoas." O que eu oiço é "Se me saírem todos aqueles milhões nunca mais trabalho, vou dar a volta ao mundo, compro uma casa aqui outra ali etc...etc...etc..."
Um abraço e bom Domingo

Tiago R Cardoso disse...

Depende para que lado é a evolução.

maceta disse...

já os desempregados dormem muito mais ainda que não queiram...