sexta-feira, outubro 01, 2010

O QUE ELES DIZEM...

Quando andava na primária ensinaram-me que são “bem-aventurados os pobres de espírito”, e isso na altura confundiu-me, por que não entendia o que seria a pobreza de espírito. Qual a diferença entre o simplesmente tolo e o pouco inteligente?

Talvez sem alguma conexão com o que já disse, li hoje que um deputado afirmou que os “políticos são dos que perdem mais dinheiro”, com as medidas agora apresentadas pelo Governo.

Bem que podia estar bem caladinho, porque é evidente que quanto maior é o salário, maior é o corte, mas é assim que se constrói a solidariedade, e isso é um dos princípios do socialismo, que pelos vistos não deve agradar muito ao senhor deputado.

O socialista em causa podia ter ficado por este “lapso”, mas não! Continuando a perorar sobre as medidas de austeridade decretadas pelo seu próprio partido, Ricardo Rodrigues acrescenta ainda que “este valor (5%) é simbólico, porque retira dinheiro às pessoas e não rende nada ao Estado”. Fabuloso senhor deputado, porque com esta afirmação ficamos todos sem saber para onde vão os tais 5% descontados aos senhores deputados. Será que com a função que desempenha não lhe cabe a si fiscalizar a utilização do tal desconto? Ou será que devemos desconfiar dos serviços da Assembleia?  


««« - »»»
Foto com Pouca Água
By Palaciano

««« - »»»
Humor Controlado
Comando By Caloi

6 comentários:

Valquiria Calado disse...

Não se pode acreditar em tudo que dizem, mas podemos crer no que fazem.


bom fim de semana.

Na emoção se sair do casulo
no colorido que dei ao sonho
nas formas geometricamente coloridas das asas
no brilho cintilante que deixei no ar:
Havia amor, paixão, deslumbre...encanto!

São disse...

Houve um senhor deputado do PS que declarou hoje que quem sofre mais com crise são os políticos, porque os ordenados sofreram um alto corte

Depois disto, que podemos esperar mais?

Bom fim de semana.

o escriba disse...

Gostei muito do modo como começou o seu post: bem aventurados os pobres de espírito!

São deste tecido de grande pobreza de espírito os deputados (a maioria são deputados de cu, já dizia o Camilo, creio!)que se desunham para ter um assento no parlamento. O outro atá mandou pôr uma placa na porta de casa a dizer "deputado"! Claro que perdem... e a vergonha é o que vai primeiro!!!

Bom fim de semana
Um abraço
Esperança

C Valente disse...

muitos deputados vão para lá como um investimento para o futuro deles e familiares,cunhas e outros tachos, coitadinhos
Saudações amigas e bom fim de semana

Marreta disse...

Provavelmente os 5% retornam para os deputados por portas e travessas...

Saudações do Marreta.

ANTONIO DELGADO disse...

Não têm mesmo pudor nenhum.