terça-feira, dezembro 20, 2005

ATENÇÃO

No final do dia 20 de Dezembro de 2005 ainda não havia qualquer notícia sobre a desejada dispensa referente à véspera de Natal, nem sequer havia menção à tolerância do dia 26 de Dezembro.
Como é evidente estamos a referir-nos, apenas e só, aos guardas de museu e aos vigilantes-recepcionistas, os únicos que apesar de não terem sequer oficializados horários de trabalho, têm a obrigação de trabalhar sábados, domingos, tolerâncias de ponto e a grande maioria dos feriados. Neste particular, devemos frisar que não é indiferente o facto da véspera de Natal calhar num sábado, dia que por não ser coincidente com um dia normal de trabalho, o que leva a que o governo se tenha lembrado de conceder o dia 26, a alguns pelo menos por enquanto, olvidando os que trabalham normalmente aos sábados.
Não se trata, neste caso, de querer apenas mais uma folga mas sim de poder compensar com a nossa presença as nossas famílias, o que durante o resto do ano não nos é possível por imposição do dever. Ainda há tempo para se fazer justiça, assim haja vontade !

2 comentários:

Zé Povinho disse...

Vocês querem estragar o natal da vossa chefa ? Ela tem mais que pensar para dar atenção a simples guardas de museu !

Zé Povinho disse...

às 16 horas do dia 22/12 ainda não havia qualquer novidade. É vergonhoso que nem sequer a tolerância de ponto do dia 26 tenha sido confirmada. Uma ministra com tão pouco tempo para dispensar aos funcionários que dela dependem, só merece uma frase: obviamente, demita-se