quarta-feira, julho 20, 2011

PROMOÇÃO DO DESEMPREGO

Aproveitando o período de férias, e legislando a toda a velocidade para não ultrapassar o final do mês de Agosto, o governo está a desferir verdadeiras machadadas nos direitos dos trabalhadores, facilitando e embaratecendo os despedimentos.

A fúria liberalizadora começa com os novos contratos e estende-se às indemnizações e às remunerações do trabalho extraordinário, para citar apenas alguns dos desmandos que estão na calha.

Não acredito que haja um sequer político que acredite que estas medidas sejam susceptíveis de relançar o emprego e a economia nacional, por muito má opinião que eu tenha de muitos deles.

Os custos do factor trabalho não são os que mais penalizam as nossas empresas, mas os custos das prestações sociais e os factores de instabilidade e a diminuição do poder de compra comprometem decisivamente a recuperação económica que se deseja.  

««« - »»»
Foto - Rosada

««« - »»»
Humor - Com Cheiro a Férias
By Turcios

1 comentário:

Anónimo disse...

O desagrado e a revolta começam a ter um grande campo de recrutamento. Em pouco tempo poderá acontecer o despedimento desta classe política.
Bjos da Sílvia