domingo, novembro 14, 2010

POEMA DE AMOR URGENTE

 O Chão é Cama para o Amor Urgente

O chão é cama para o amor urgente,
amor que não espera ir para a cama.
Sobre tapete ou duro piso, a gente
compõe de corpo e corpo a húmida trama.

E para repousar do amor, vamos à cama.


Carlos Drummond de Andrade

««« - »»»
Foto Outonal

««« - »»»
Humor e Construção

5 comentários:

ana p roque disse...

Bom poema,bela foto,cartoons muito construtivos.

cumps

Pata Negra disse...

Vale mais uma na cama do que cinco no tapete! Não tem sentido? Lembrei-me de uma anedota e vou deitar-me!
Até amanhã

Daniel Santos disse...

gostei.

Anónimo disse...

No chão ou onde calhar, a necessidade dita as suas regras.
Bjos da Sílvia

MARIA disse...

Que lindo poema e que belíssima imagem. Cores fabulosas, lindas !
Só esse cenário nos atira ao tapete.

Um abraço.