sábado, janeiro 06, 2018

MOSTEIRO DA BATALHA

Começaram as obras de protecção do Mosteiro da Batalha por causa da intensa utilização do IC2, a escassos metros da fachada principal do monumento.

O muro de betão em construção não é consensual, pelo contrário, e se esteticamente é uma aberração, também não reúne apoios por parte dos especialistas, porque em nada defende o mosteiro da trepidação ou da poluição resultante do tráfego automóvel.

Ninguém acredita que esta seja uma solução credível ou tecnicamente aceitável, e seria interessante conhecer-se o teor do parecer (obrigatório) do IGESPAR, que terá sido contactado para a realização desta obra.

Barreira acústica e fachada do M. Batalha

Mosteiro da Batalha (postal antigo)

1 comentário:

O Puma disse...

Contra muros e amos