segunda-feira, setembro 19, 2016

A REALIDADE É CRUEL PARA MUITA GENTE



Um estudo que veio a público recentemente mostra que o que vinha a ser dito por muitos economistas e comentadores políticos, sobre quem perdeu mais com as medidas impostas pelo resgate, era mentira, pois quem mais perdeu foi quem tinha rendimentos mais baixos e não a classe média ou a média alta.

Todos os portugueses perderam, é um facto, mas é mais do que evidente que quando se tem pouco qualquer diminuição de rendimentos conduz irremediavelmente à carência de meios de subsistência.

Outra realidade inconveniente para quem defendeu as alterações das leis laborais, tornando-as mais favoráveis aos empregadores e diminuindo os direitos de quem trabalha, é que estamos perante um aumento de casos de stress no trabalho, que para além de custarem caro à Segurança Social, são causados pelas reestruturações das empresas ou da precariedade profissional (72%), carga de trabalho excessiva (66%) e tratamento inaceitável por parte dos empregadores e chefias tais como intimidação ou o assédio (59%).

Não são as esquerdas que estão erradas, porque na sua maioria não são compostas maioritariamente por gente rica, como dizia um comentador, mas são as direitas e os ricos que estão errados, porque desconhecem a realidade e vivem num mundo de fantasia, ou então tentam enganar-nos com mentiras bem urdidas



Sem comentários: