terça-feira, agosto 23, 2016

JUVENTUDE E CULTURA

Os jovens portugueses não são grandes frequentadores de museus, palácios e monumentos, se excluirmos as visitas em âmbito escolar, e isso não é um bom sinal para o futuro.

Há quem justifique que é por causa do preço das entradas, apesar dos descontos para estudantes e para o cartão jovem, há quem diga que a Cultura não é atractiva para os jovens, e ainda há quem diga que não há dinheiro para promover a Cultura junto da juventude e que isso sai muito caro.

Os italianos, que atravessam também uma grande crise, de que pouco se fala por cá, pensam de modo diverso, e parecem dispostos a conceder aos jovens que completem 18 anos em 2016, a quantia de 500 euros para gastar em Cultura.


A medida pode ser discutível, mas digam-me o que é que se faz por cá para motivar os jovens a conhecer o nosso Património?


3 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Que eu saiba, nada.
Um abraço

Anónimo disse...

Neste país e especialmente na Cultura a norma é ficar quietinho, defender a quinta de interesses externos, e correr com quem queira mudar seja o que for...
Bjo da Sílvia

Anónimo disse...

ULTIMA HORA


https://www.tuga.press/empresa-passos-deve-400-mil-ao-bes/?utm_content=buffer43e8b&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer