quarta-feira, agosto 03, 2016

A IDADE E O TEMPO DE TRABALHO

Foi feito um estudo sobre os hábitos de trabalho de pessoas com mais de quarenta anos, e chegou-se à conclusão que os melhores resultados de testes ao cérebro tinham sido os daqueles que trabalham apenas 3 dias por semana.

Todos conhecemos o stress e a exaustão que resulta no final do dia de trabalho, e aqueles que já ultrapassaram os 60, como eu, sabem que dificilmente se consegue focar a atenção para outras actividades intelectuais, que estejam para além do trabalho, porque os lapsos de memória e a dificuldade de concentração se tornam evidentes ao fim de vários dias de trabalho.

A experiência de quem tem muitos anos de trabalho é importante, e deve ser bem aproveitada, fazendo o acompanhamento e dando formação aos novos trabalhadores, mas é necessário equilibrar a juventude com a experiência para se atingir a máxima produtividade e um melhor desempenho.


Sei que cada caso é um caso, mas nem todos se limitam a dar uns palpites de vez em quando, passando o resto do tempo em escritórios climatizados a assinar papéis que nunca leram…


1 comentário:

O Puma disse...

Agostinho da Silva disse que o Homem não foi criado para o trabalho
mas os desempregados coitados
quem os acode?