quarta-feira, março 30, 2016

RESULTADO DOS MURROS NA TOLA

Houve quem estivesse na política, e por lá tivesse feito asneira q.b., e depois tenha usado os contactos e outros conhecimentos para singrar na vida e nos negócios. Esta carapuça serve a muitos cidadãos, tanto de direita como de esquerda, se podemos chamar esquerda ao PS.

Hoje li umas declarações dum político de outros tempos, não muito longínquos, que terá andado ao soco, penso que por desporto, e que terá experimentado umas substâncias, também elas nocivas à saúde, mas que agora é um opinion maker, bastante escutado pela direita, e pelos vistos, especialista em assuntos africanos.

O que eu mais gostei foi ele ter considerado que os portugueses têm um “tonto complexo colonial ao contrário”, isto a propósito das opiniões negativas sobre o caso dos dissidentes em Angola que foram condenados nos últimos dias.

O social-democrata (?) disse que o Estado de Direito em África, não corresponde à visão europeia. Pelos vistos nem o desacordo ortográfico consegue sanar essas diferenças.


Fiquei mais descansado quando li que o antigo ministro afirmou e reafirmou a sua posição de princípio em condenar quaisquer condenações por delito de opinião, porque bem podia ter começado por aí, em vez de dizer as coisas sem nexo que li em quase todo o artigo do “Observador”. Ainda a propósito das declarações de Morais Sarmento, devo dizer que são muitos os que acham tão suspeito o investimento chinês como o angolano, e não me consta que seja por algum complexo colonialista, opinião que não é partilhada por muita gente do PSD e do CDS, por estranho que possa parecer, atendendo ao que o "comentador" disse... 


1 comentário:

Anónimo disse...

Deve ter os miolos todos fritos...
Bjo da Sílvia