quinta-feira, março 24, 2016

MAIS UM PANTEÃO NACIONAL

Portugal tem, neste momento, dois edifícios distintos que têm o título de Panteão Nacional, a saber, a Igreja de Santa Engrácia e a igreja do Mosteiro de Santa Cruz, de Coimbra.

A Igreja de Santa Engrácia, depois de terminada em 1966, foi aberta ao público com este título, de acordo com um uma lei de 1916. O estatuto de Panteão Nacional à Igreja do Mosteiro de Santa Cruz foi reconhecido em 2003.

Segundo as notícias que circulam, o PS quer que o Mosteiro dos Jerónimos tenha também as honras de Panteão Nacional, o que não acrescentando nada ao valor patrimonial do monumento, lhe dá alguma importância cerimonial, que até já tem.


Pergunto-me porque é que se vão concedendo honras deste tipo às pinguinhas, quando todos sabemos que o Mosteiro de Alcobaça e o Mosteiro da Batalha também merecem essa distinção, pois foram desde tempos idos Panteões Reais, o que os coloca em situação idêntica à dos que já foram honrados com essa distinção.


1 comentário:

Anónimo disse...

Numa altura em que se comem folares e amendoas há quem pense em croquetes...
Lol

AnarKa