terça-feira, março 22, 2016

LEGALIDADE E ÉTICA



Uma entidade reguladora decidiu atribuir a administradores 3 carros novos, da marca BMW, num valor de 81 mil euros, alegando que isso era legal pois estava orçamentado pelo anterior conselho de administração, e foi cumprido o limite orçamental de renovação da sua frota.

Uma antiga ministra das Finanças decidiu ir para uma empresa que tinha comprado outra, que tinha obtido benefícios fiscais durante o seu mandato, e depressa veio declarar que estava tudo de acordo com a lei.

Existem muitos outros exemplos de actos legais, como estes, que demonstram muita falta de ética, e que dão à classe política uma fama que não se inveja.

Quando alguém se propõe servir o país e demonstra tamanha falta de ética, deixa de merecer o respeito dos eleitores e é uma mancha para a classe política, que muitas vezes fecha os olhos a estas coisas.



Sem comentários: