sexta-feira, fevereiro 05, 2016

SER POLÍTICO É SERVIR

Num país que se diz livre, ninguém é obrigado a candidatar-se a desempenhar funções públicas para um qualquer lugar do poder político. A decisão é pessoal e devia ter um único objectivo: servir a comunidade.

Não sei quais as razões que levaram muitos portugueses à política, mas sei que há os que acham que são mal pagos, embora muitos nunca tenham ganho tanto anteriormente. Temos também os que legislaram em causa própria e hoje têm reformas em condições inéditas no panorama nacional e internacional, ou até os que usufruem de subvenções vitalícias, que acumulam com rendimentos chorudos de outras actividades para as quais não seriam convidados sem ter passado por lugares políticos.


Sei que alguns estarão a pensar que nem todos serão assim, mas todas regras têm excepções, e essas não podem defender a falta de transparência, escondendo do público quem usufrui de privilégios e quanto nos custam esses mesmos privilégios.


1 comentário:

São disse...

Subscrevo na íntegra !

Bom fim de semana