sábado, janeiro 16, 2016

A DEMAGOGIA E A INVEJA

O restabelecimento das 35 horas de trabalho para os funcionários públicos parece estar a incomodar muita gente, uns por ideologia, outros por pura inveja. Os nossos políticos, especialmente os da direita não estão isentos de culpas, sendo mesmo os instigadores deste incómodo.

Os pressupostos que levaram ao aumento do horário de trabalho foi o de incrementar a produtividade e o de reduzir os custos do trabalho, isto em plena crise económica, causada pelo sistema financeiro, como ficou claro para todos.

Não é liquido que seja o número de horas de trabalho que faça aumentar a produtividade, pois os países com maior produtividade têm horários com menos de 40 horas, e a redução dos custos à custa de mais horas de trabalho também nunca foi demonstrado nem contabilizado.

Repor as 35 horas de trabalho na função pública é da mais elementar justiça, e no sector privado tal medida também é recomendável, mas terão que ser os trabalhadores a lutar por esse direito, em vez de se desgastarem a manifestar inveja pelas conquistas da luta dos outros. Juntos temos muito mais força, divididos tudo nos é muito mais difícil.

Botões by Palaciano

2 comentários:

Anónimo disse...

Quando se apela à inveja aparecem sempre muitos que em vez de quererem para si o que os outros conseguem, acham melhor que se tire aos outros mesmo sem beneficiarem nada com isso. Borregos, digo eu!
bjo da Sílvia

Anónimo disse...

http://www.tuga.news/sem-abrigo-vive-debaixo-da-ponte-e-vai-ser-despejado/?utm_content=bufferf7a67&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer