terça-feira, novembro 03, 2015

PAÍS DE EMIGRANTES



Foi preciso vir o Observatório da Emigração apresentar um estudo para se dar alguma atenção ao facto conhecido por muitos, de que temos a maior taxa de emigrantes dos países europeus, com mais de 20% dos cidadãos a viver fora do país.

Antes do 25 de Abril era por causa do serviço militar e por causa das más condições de vida, depois do 25 de Abril começou por ser por causa do grande número de retornados e pelas dificuldades da economia, depois e com a Democracia razoavelmente instalada e estabilizada, a emigração continuou, e a partir de 2010 voltou a subir dum modo dramático, que continua até hoje.

Os portugueses que emigram fazem-nos porque o país não lhes oferece oportunidades de fazer uma vida decente e relativamente desafogada cá dentro. Governos de má qualidade, empresários de igual qualidade, e cidadãos pouco exigentes, têm permitido que as coisas tenham acontecido deste modo.

Enquanto tudo for comandado do exterior, seja através da União Europeia seja dos pelos mercados e seus agentes, Portugal continuará a assistir a este êxodo, em maior ou menor quantidade. Os cidadãos têm que ser mais exigentes, mais participativos e têm que saber agir sempre que necessário, manifestando a sua opinião, protestando contra o que não concordam e punindo quem tão mal nos tem governado.

Quem não usa dos seus direitos não será nunca ouvido!



2 comentários:

Elvira Carvalho disse...

É isso aí. Para os governantes interessa tudo, menos o povo. Até parece que não é dos impostos do povo que eles vivem.
Um abraço

São disse...

E depois ainda temos o idiota Braga de Macedo a afirmar( eu ouvi) alho do género sobre as pessoas que dizem que saíram....

A dignidade das pessoas e o bem estar do povo português deveria ser a preocupação maior de quem foi eleito , mas acontece precisamente o contrário...No entanto, ainda há quem desse a maioria relativa ao bando PSD(CDS

Saudações