sexta-feira, setembro 04, 2015

TANTA HIPOCRISIA



O problema dos refugiados tem causado muitas paixões, e em boa parte vemos muita hipocrisia à mistura, bem como muitos interesses particulares a virem à tona.

É fácil usar imagens chocantes para puxar ao sentimento das pessoas, porque tudo é dramático na situação dos refugiados, desde a miséria, ao desespero, à tragédia das mortes, passando pelos que se aproveitam da desgraça desta gente, mas há demasiadas questões que nunca são abordadas.

Comecemos pela causa directa desta tragédia imensa, que foi a ingerência nos assuntos internos dos países de origem dos refugiados. Onde estão os responsáveis? Quem são os países que lucram com a exploração das suas matérias primas, e com a venda de armamento para essa zona do globo?

O que faz correr os países ricos europeus, que agora pedem a solidariedade dos parceiros para uma melhor “distribuição do fardo” que são os milhares de refugiados?

Quando estes senhores que se mostraram sempre tão implacáveis com os países que atravessavam dificuldades, e com os seus povos, castigando-os por não serem competitivos, onde estava a “solidariedade” que agora reclamam, ao verem que os refugiados, e muito legitimamente, escolhem os países mais ricos e com melhores níveis de vida, e não os mais pobres e endividados, para refazer as suas vidas?

Respeitar os mais fracos e mais desprotegidos é um dever de todo o ser humano, mas não apenas quando isso nos interessa por motivos económicos ou políticos.  

Foto Manipulada



2 comentários:

Anónimo disse...

A leste, onde a Alemanha costuma recrutar mão-de-obra barata e qualificada, os dirigentes já recusaram a imposição de quotas, porque sabem que muitos compatriotas que estão na Alemanha serão dispensados com a chegada de quem se oferece por ainda menos dinheiro...
Lol

AnarKa

Anónimo disse...

E diz este governo com sadismo que o País está melhor

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10202672826260763&set=a.1562212634189.60337.1801545655&type=1&theater