domingo, setembro 13, 2015

RIDÍCULO

Em política o ridículo não mata, senão Passos Coelho estava morto e enterrado com as asneiras com que tem brindado os portugueses. Falar na sua acção política é uma perda de tempo, porque serão poucos os que não tenham sofrido na pele a austeridade que em boa parte foi maior do que a própria troika exigia.

A situação mais caricata destes últimos dias foi a de ter dito que faria uma "subscrição pública" para que os lesados do BES pudessem levar o caso à Justiça. O caso é eminentemente político, e a acção do Banco de Portugal transformado em vendedor de bancos, entidades das quais é supervisor, é também ela ridícula.

Passos Coelho devia deixar de se esconder atrás dos outros para justificar os seu erros, isso sim é que é dum político responsável e sério.


5 comentários:

Anónimo disse...

Realmente também é a minha opinião ,como é possível ainda alguém poder gabar este politico que o que fez foi austeridade ,e os seus erros políticos são sempre desculpados com os outros e está tão atido ao passado que quando fala seja em debates ou não repete o nome de Sócrates dezenas de vezes ,porque foi assim que da outra vez através de mentiras e provocações em relações a Sócrates que prometeu muitas coisas e nada cumpriu ,pelo contrario aumentou os impostos e afins e apesar de tanta austeridade nem a divida pagou por o contrario aumentou quase três vezes ,e um mentiroso compulsivo

https://www.youtube.com/watch?v=uFP9ihHDx6s

Anónimo disse...

Atenção ultima hora
Passos continua a mentir e a enganar vejam



https://www.youtube.com/watch?v=tCUtqQhjHVA&feature=share

maceta disse...

essa promessa é mais uma mentira do homem a juntar às outras.

Anónimo disse...

Mas como é possível um homem que foi eleito a base da mentira nas ultimas eleições ,continuar a mentir e a enganar o povo ,será que não alguém que o desminta em publico e o faça envergonhar para ficar de emenda ............QUE GRANDE ALDRABÃO COMPULSIVO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Que pena !!!

http://www.ionline.pt/artigos/portugal/passos-coelho-deixou-poder-ser-investigado-meia-noite-30-abril-2007?google_editors_picks=true