terça-feira, setembro 15, 2015

MUSEUS E FALTA DE SEGURANÇA



Foi sem surpresa que li a notícia do Jornal i onde a segurança do Museu Nacional dos Coches é arrasada, e onde são expostas algumas das fragilidades mais visíveis para o grande público e, logicamente para a jornalista que escreveu o artigo.


O Museu dos Coches não passava numa inspecção séria feita aos meios físicos dos requisitos indispensáveis para o funcionamento dum equipamento aberto ao grande público. Só o facto do acesso à exposição ser exclusivamente feito por meios mecânicos (dois elevadores), era o bastante para não ter autorização de funcionamento, note-se que as escadas normalmente utilizadas são as de emergência.


Pior do que a insuficiência ou a inadequação de diversos equipamentos, neste e noutros museus, palácios e monumentos, existem outras lacunas pouco conhecidas, mas que fazem perigar a segurança do público destes locais, sendo que o mais grave é a falta de formação do pessoal para situações de emergência, e isso está previsto na lei.


Quando visitamos um museu, um palácio ou monumento, encontramos pessoal que nos encaminha ou vigia os espaços, mas desconhecemos qual o vínculo laboral que têm e qual a formação que lhes foi dada para responder a situações de emergência. Por vezes vemos umas plantas para estas situações, noutras nem isso, mas podem crer que os funcionários, muitos deles contratados a prazo, ou com recibos verdes, ou ainda estagiários, não sabem como responder em situações de emergência.
 
Falar na falta de atenção da ASAE e das inspecções do trabalho no caso destes equipamentos culturais é pouco mais do que uma redundância.

2 comentários:

Anónimo disse...

A precariedade de funcionários e de seguranças, bem como a alta rotatividade dos mesmos não permite assegurar grandes conhecimentos para atender a emergências. Desconhecia o facto de não ser feita formação para as emergências, porque quando estagiei num palácio (há 14 anos)essa foi-me dada pelo encarregado dos guardas, que foi um grande formador e que me ensinou a gostar de conhecer monumentos e museus.
Bjo da Sílvia

Anónimo disse...

ultima hora

http://www.publico.pt/politica/noticia/o-psd-nao-deixara-de-apoiar-o-recurso-aos-mecanismos-financeiros-externos-escrevia-passos-1707876