quarta-feira, setembro 09, 2015

CAMPANHA, SONDAGENS E COMENTADORES

O “jogo político” devia reger-se pelas normas de fair play, mas infelizmente alguém se esqueceu de ensinar isso a muitos indivíduos que por lá andam.

Esta campanha para as legislativas tem sido precedida por alguns factos curiosos, como o da saída de Sócrates da prisão de Évora há poucos dias, ou a saída duma sondagem, a primeira em que a coligação teria passado o PS nas sondagens, no dia em que terá lugar o único debate entre os candidatos das duas forças.

Este post foi escrito antes do debate entre Passos e Costa, que será comentado largamente durante esta noite, e até aí nada de estranho. O que é estranho é que em duas televisões generalistas privadas, os comentadores habituais sejam ambos favoráveis à coligação PSD/CDS, e que pelo menos um deles nem se exima de fazer campanha, mantendo o seu comentário na estação a que está ligado, mesmo durante este período.

Há quem acredite em isenção, e outros defendem o direito de uma estação privada ter os comentadores que quiser, mas as duas coisas são contraditórias, como é fácil de ver.


Termino com uma informação útil para os meus eventuais leitores: existem mais partidos a concorrer a estas eleições, por isso há mais escolha do que aquela que as televisões e os comentadores parecem indicar, e cabe aos eleitores, e apenas a eles, escolher em quem querem votar!

Lembram-se do que nos prometeram antes das últimas eleições?

2 comentários:

Anónimo disse...

Ultima hora psicólogo analista e perito de faces humanas diz que Passos de Coelho passou a maior parte do tempo a piscar os olhos baixando a face ligeiramente que prova que esta inseguro no que diz ,alem de mentir repetidamente com algumas frases sem importância para o debate ,salientando recursos ao passado ,repetindo o nome de Sócrates muitas de vezes como alibi do debate mostrando assim que não tem assunto nem ideias para o debate recaindo muitas vezes e quase sempre no passado ,fazendo mesmo Antonio Costa lembrar-lhe que estava a debater-se com ele e não com Sócrates , coisa que Passos prometeu antes deste debate que não ia pronunciar a palavra Sócrates ,
O debate para o analista foi largamente mais positivo para ANTÓNIO COSTA do que para Passos de COELHO que não conseguiu transmitir ao publico ou convencer dando confiança daquilo que ia fazer fugindo muitas vezes ao assunto sendo repetidamente chamado a razão pelas jornalistas .

Anónimo disse...

Rebelo de Sousa disse agora que Costa ganhou o debate sem sombra de duvidas