segunda-feira, julho 27, 2015

O CASO DA PULSEIRA



A memória é muitas vezes uma coisa lixada, porque há pessoas com tendência para esquecer o que disseram, logo que se passam uns dias sobre as afirmações.

Ouvi nestes dias muitos comentadores, advogados e jornalistas a falar do caso da medida de coacção imposta a Ricardo Salgado, como se ela fosse algo de muito estranho, ou até mesmo uma forma de humilhação imposta ao banqueiro.

Como a memória é curta em muitos casos, relembro o caso de José Sócrates, quando foi ouvido sobre a possível vigilância com pulseira electrónica, que não aceitou, e que nessa altura muitos alvitraram que a vigilância na residência feita por forças policiais teria sido mais de acordo, em vista da recusa da pulseira, ao contrário do regresso à prisão, que acabou por ser a solução dada pelo juiz.

Não tenho qualquer simpatia por um ou por outro, diga-se em abono da verdade, e apenas lamento que ambos custem tanto dinheiro ao erário público, e que, pelos vistos, tenham prejudicado tanta gente.



3 comentários:

Anónimo disse...

O SALGADO segundo alguma imprensa diz que vai sair muito caro ao estado ,porque está a ser guardado 24 a 24 horas por vários elementos da policia e afins que deveriam estar ao serviço em outros locais ,e ainda por cima não são assim tão poucos que em tempos de crise é mau para as finanças do estado ,pois ele deveria era estar bem guardado na prisão a fazer companhia ao 44 assim só gastavam na alimentação da cadeia e resolviam o assunto ASSIM O JUIZ TEM UM PESO E DUAS MEDIDAS então não há perigo de fuga ?
Quem é mais conhecido é Sócrates ou o Salgado ,se Sócrates fugisse quem é que não conhecia o ex primeiro ministro de Portugal pois o Salgado é mais fácil não tem tanta celebridade .
Mas é assim pagou a sua prisão preventiva com 3 milhões de euros dinheiro esses que foi desviado tanto dos depositantes como de contas fantasmas que ainda ninguém de direito consegui ver a sua proveniência porque foi feito com esquemas mafiosas e isso vai levar muito tempo a descobrir e também vai sair muito caro ao estado Português !!!

Anónimo disse...

Se ele não fosse do PSD e alguma família do CDS PP ia dentro assim como o preso 44 !!!

Elvira Carvalho disse...

Duas medidas diferentes e com o mesmo fundamento.Parece que a justiça em Portugal passou-se.
Um abraço