quarta-feira, junho 03, 2015

EXPLORAÇÃO LABORAL



Para quem anda no terreno e conhece a realidade do mundo do trabalho, não é novidade nenhuma que as condições de trabalho têm piorado, que a exploração é cada vez mais uma realidade, e que as medidas tomadas pelo governo nos últimos tempos têm proporcionado as condições necessárias para que estas situações se tenham agravado.


O que a Agência da União Europeia para os Direitos Fundamentais (FRA) veio agora dizer, que a exploração laboral, incluindo a escravatura, está a aumentar em Portugal, não é portanto uma grande surpresa. A conclusão expressa segundo a qual  “a exploração laboral ainda é um fenómeno escondido, invisível. Os interesses políticos e económicos favorecem esta invisibilidade, particularmente em tempos de crise”, acaba até por ser suave.


Saliente-se que este estudo foi conhecido no preciso dia em que Paulo Portas veio congratular-se com a descida de duas décimas nos números do desemprego, omitindo que o emprego em Portugal não tem aumentado, pelo contrário. 



Manipulação (Foto da net)

2 comentários:

Zé Marreta disse...

Julgo que o termo "emprego" nem poderá hoje em dia ser utilizado convenientemente, o que se passa são, literalmente, amontoados de desgraçados a mendigar por poderem ser escravizados a troco de qualquer coisa.
E depois a falta de consciência social, de cidadania, de dignidade, de carácter, misturado com o oportunismo,a ganância e o egoísmo da maioria esmagadora dos contratantes, juntamente com o chupismo institucionalizado, promovido e apaparicado, das empresas de outsorcing e trabalho temporário, que já dominam mais de 90% das ofertas de escravatura, bem assim como com a permissividade legislativa criada por esta escumalha parasita que nos tem desgovernado nos últimos anos, criam esta autêntica vergonha nacional!

O QUE SE PASSA HOJE EM DIA NO MERCADO LABORAL, VULGO DE ESCRAVATURA, É A MAIOR VERGONHA DOS ÚLTIMOS 500 ANOS, SÓ COMPARADO COM OS TEMPOS EM QUE OS ESCRAVOS COMEÇARAM A SER TRAFICADOS DE ÁFRICA PARA A AMÉRICA!

Saudações!

Anónimo disse...

Quando fazem uma lei contra o empregado ,está tudo dito ......que trabalhem os patrões ,ordenados baixos ,pressão sobre quem trabalha ,horas extraordinárias sem limite e mal pagas ,despedimentos facilitados ,indeminizações com teto e limitadas ao mínimo ,a dar azo aos empresários despedir a vontade ,falências fraudulentas cujos empresários ficam a dever aos escravos e abrem logo ao lado com outro nome ASSIM SE ENCHEM DE DINHEIRO AS CUSTAS DOS POBRES ESCRAVOS DESETE SECULO E DEPOIS VÃO DEPOSITAR OS LUCROS EAFINS NO ESTRANJEIRO EM PARAISOS FISCAIS FUGINDO ASSIM AOS IMPOSTOS QUE GRANDE GOVERNO FSCISTAS HÁ EM PORTUGAL !!!