quarta-feira, abril 15, 2015

NATALIDADE



Para começo de conversa, temos que Portugal tem a mais baixa taxa de natalidade da Europa, que se resume a 1,3 filhos por mulher em idade fértil, o que comparado com a taxa mínima para a substituição de gerações, que seria de 2,1.

Identificado o problema da baixa natalidade, o que importa agora é, resolver o problema. Claro que os senhores políticos apanharam a onda, e estão a encher a boca de propostas para atacar a baixa natalidade.

Fala-se da reposição dos abonos de família, do aumento de dias de licença parental para os pais, da possibilidade dos pais e dos avós optarem por trabalhar a meio tempo ganhando 60% do salário, blábláblá…

A solução é muito mais simples e não é preciso empregar muita massa cinzenta para resolver a falta de natalidade, basta praticar salários decentes e criar emprego com direitos, que os portugueses resolverão o caso.



1 comentário:

Anónimo disse...

Se o puto tivesse razão até eu me dedicava a fazer mais um...
Lol

AnarKa