terça-feira, fevereiro 10, 2015

HIPOCRISIA PEGADA

“Sim, meu caro amigo, eu não quero ser primeiro-ministro para ser dono do país ou para dar emprego aos amigos. Quero libertar o Estado e a sociedade civil dos poderes partidários. Vai ser possível fazer jogo limpo, premiar o mérito e governar para todos os portugueses".

Esta frase que fez parte dum discurso de Passos Coelho em 2011, é o exemplo perfeito da hipocrisia de que enferma a política nacional.

A Segurança Social teve muitas nomeações nos últimos dias, e pasme-se, os nomeados são quase todos (o quase é meu), afectos ao PSD e ao CDS. Pode-se dizer que é apenas uma coincidência, e que foram escolhidos os mais competentes, mas Marcelo Rebelo de Sousa terá razões para criticar agora Passos Coelho, porque em Aveiro em 2011 pediu-lhe para fazer diferente, e que confiava nele para isso. 


1 comentário:

Anónimo disse...

Hipocrisia ou pura aldrabice?
Lol

AnarKa