quarta-feira, janeiro 21, 2015

VERDADE OU MENTIRA?

Este governo inculcou nas mentes de muitos portugueses a ideia de que os funcionários públicos não podiam ser despedidos, e que portanto tinham um emprego para a vida.

A verdade é bem diversa, porque naturalmente existem mecanismos que sempre puderam conduzir funcionários públicos ao desemprego, sendo que são necessários motivos válidos para o despedimento com justa causa.

O que se começou a discutir foi o despedimento sem causa justa, embora nunca tenham sido explícitos, e mesmo assim a mentira era mais fácil do que a verdade, e foram muitos os responsáveis políticos que afirmaram que “absolutamente ninguém será despedido”.

Agora veio a ministra das Finanças dizer que alguns trabalhadores em requalificação arriscam o despedimento.

O despedimento é discutível, mas o facto de ao fim de um ano sem colocação se passar a receber apenas 40% do salário, é meio caminho andado para a saída por falta de meios de subsistência.


Quando a ministra disse “não vale a pena fazer mistificações” os portugueses ficaram a pensar se estava a falar para os colegas de governo e para os deputados da maioria, ou estava a dirigir-se aos portugueses que tinham ouvido o contrário de outras bocas…


2 comentários:

Anónimo disse...

Só este ano estão previstos mais de mil despedimentos, que começarão pela requalificação...
Lol

AnarKa

Kruzes Kanhoto disse...

O Estado vai gastar muitíssimo mais a contratar empresas prestadoras de serviços..