quinta-feira, janeiro 15, 2015

HIPOCRISIA INTERNACIONAL



Depois das mortes em França, feitas por extremistas islâmicos, surgiu a reacção dum país e dos cidadãos, contra o acto bárbaro, que muitos políticos de todo mundo quiseram aproveitar, não sei quantos com sinceridade, mas muitos com evidente oportunismo e muita hipocrisia.

Alguns que estavam até na 1ª fila, e não só, chefiam regimes totalitários, intolerantes e até envolvidos em repressão. A vergonha não os assaltou na farsa que protagonizaram.

Na realidade estão a acontecer coisas tão condenáveis como as mortes em França, em países como a Nigéria, Turquia ou Arábia Saudita, para mencionar apenas alguns dos casos mais badalados.

Na Turquia cartoons sobre Erdogan são proibidos, na Nigéria um grupo terrorista mata centenas de pessoas, e na Arábia Saudita chicoteia-se e condena-se um homem porque expressou as suas convicções.

Onde está a condenação internacional destes actos de intolerância e de liberdade de pensamento e expressão? Tão empenhados que eles estavam para desfilar uns metros em Paris, mas agora ignoram a realidade noutros, e porventura nos seus próprios países…



2 comentários:

Pata Negra disse...

Pior que a esperada hipocrisia deles, é assistir ao rebanho das massas a quem, depois de terem controlado as ideias, controlam agora as emoções.
Que impotência eu sinto ó Guardião! Que impotência!...
Um abraço e valha-nos nós

O Puma disse...

... até há terroristas que nunca leram o Corão