segunda-feira, setembro 29, 2014

"ADORO" RANKINGS



Existem rankings para tudo e para todos os gostos, e isso permite que se cheguem às conclusões que se desejam, incluindo uns quantos e excluindo outros, conforme dê mais jeito a cada teoria.

Imagine-se apenas este título “Portugal no 21º lugar em ranking de 37 países relativo ao salário médio anual”, que saiu no Jornal de Negócios de 29/09/2014.

Depois de lido o título, e abaixo duma imagem com notas de 10 euros, ficamos a saber que o universo dos tais 37 países inclui países europeus, do Médio-Oriente, Oceânia, África e Américas. Outra particularidade desse universo é que é restrito a profissionais seniores, seja lá o que isso signifique para quem construiu o dito ranking, que também só se refere a salários e exclui outras retribuições.

Como fui pesquisar o que é considerado ser um profissional sénior, e dado que o salário médio anual para Portugal é de apenas 28.194 dólares, pouco mais de 2.000 dólares mensais, só posso concluir que o ranking é uma completa farsa, pois não corresponde minimamente à realidade.

A quem interessa a divulgação de rankings desta natureza? De certo não será a quem aufere um salário mínimo de aproximadamente 500 dólares… 


Trabalhador normal e sénior

quinta-feira, setembro 25, 2014

PASSOS "O DESMEMORIADO"

O esquecimento de Passos Coelho, o pedido feito por ele e a resposta óbvia da Procuradoria-Geral da República são apenas alguns dos episódios duma novela à portuguesa.

Os episódios seguintes prometem ser tão chatos e tão pouco esclarecedores como os anteriores, e não me parece que Passos Coelho esteja disposto a fazer um esforço de memória, ou que meta pernas ao caminho para encontrar e divulgar documentação que esclareça esta trapalhada.

Aquele subsídio de reintegração, e as razões dadas para justificar o pedido ainda vão dar muito que falar...


terça-feira, setembro 23, 2014

SUGAR AINDA MAIS QUEM TRABALHA

O patronato português através dos seus representantes veio exigir, de novo, a suspensão do pagamento devido pelo trabalho extraordinário e dos feriados, querendo prolongar uma situação aceite pelo Tribunal Constitucional porque era excepcional e limitada no tempo, que já se devia ter esgotado no final de Junho deste ano e que foi prolongada pelo governo até ao final de 2014.

Par um patronato e um governo que diziam não querer competir através de baixos salários, parece que estamos conversados. Tiveram mais de três anos de medidas excepcionais, já baixaram o IRC e mesmo assim ainda não estão preparados para pagar um ordenado mínimo de quinhentos e poucos euros, nem para pagar devidamente o trabalho extraordinário que exigem aos seus empregados.

Não há maneira de certos patrões de vistas curtas verem que sem consumo não conseguirão aguentar-se no mercado, e que o consumo depende e muito da disponibilidade financeira efectiva dos seus trabalhadores.


domingo, setembro 21, 2014

PALAVRAS DE PADRE ANTÓNIO VIEIRA

"Os homens costumam conhecer nos outros, não a pessoa, senão a fortuna." 
 
"A fortuna nunca iguala os desejos dos homens."


quarta-feira, setembro 17, 2014

ARTE E SOCIEDADE



"A arte e a sociedade são inseparáveis. A sociedade produz a arte e o produto aperfeiçoa a sociedade. Esta finalidade pode não estar imediatamente patente na espécie artística, mas é ela que a determina. Até mesmo as formas de arte declaradamente negativas ou indiferentes obedecem por caminhos ínvios a esta lei."

Natália Correia


domingo, setembro 14, 2014

SEGUREM-SE QUE VEM BORRASCA



Não percebo nada de economia nem de banca, como a grande maioria dos portugueses, mas apercebo-me de quando se aproxima uma tempestade.

O caso BES tem sido tratado como se já estivesse esquecido o caso do BPN, que todos estamos já a pagar. O tão exaltado Banco de Portugal deixou arrastar a situação de tal modo que nos últimos dias todos os grandes conseguiram safar o seu dinheirinho, deixando para trás apenas o lixo tóxico.

Os grandes responsáveis da anterior (má) gestão do BES não viram os seus bens serem congelados, de modo a acautelar-se aquilo que viesse a ser considerado como gestão danosa, o que aliás, mesmo passado todo este tempo ainda não aconteceu.

O governo fingindo estar por fora de todo este embrulho, remetendo as responsabilidades para o Banco de Portugal, não se eximiu de fazer umas quantas nomeações para o BdP, e também permitindo irem para a administração do Novo Banco gente com ligação ao executivo, e com ligações ao próprio BES.

Por outro lado o governo anunciou intenções de alienação rápida do banco, sem se perceber bem como nem por quanto, o que nos deixa a todos preocupados com o sistema bancário nacional e com os prejuízos que já se adivinham.

A demissão apresentada pela nova gestão não prenuncia nada de bom e mostra que este assunto anda a ser tratado… com os pés.


sexta-feira, setembro 12, 2014

NAVIOS E RUMOS

Esta sexta-feira escalam o porto de Lisboa sete navios de cruzeiro, que transportam cerca de 15 mil pessoas, que terão algumas horas de tempos livre em Lisboa e arredores. 

Dum passado de viagens marítimas e de descobertas, passámos a um país de escala turística, com um carácter pitoresco e divertido para estrangeiro desfrutar.

Dum passado marítimo glorioso passamos agora a uma caravela ultrapassada e a caminho do abismo, com um bando de incompetentes ao leme...


Os partidos do leme

quarta-feira, setembro 10, 2014

A HIPOCRISIA NO DISCURSO



A hipocrisia tem sido uma constante na governação dos últimos anos, e é confrangedor constatar que o que dizem os políticos em campanha eleitoral, em nada corresponde à acção governativa logo que chegam ao poder.

A hipocrisia continua mesmo depois das eleições, vejam-se os casos das promessas do aumento do ordenado mínimo, da diminuição do IRS, ou da diminuição da dívida pública.

As desculpas são sempre muitas, e vão desde a troika, à confiança dos mercados, aos compromissos assumidos com entidades estrangeiras, com as despesas com funcionários, ou até com o Tribunal Constitucional.

É curioso verificar que o IRS aumentou brutalmente na última década, o IRC pelo contrário diminuiu, o IVA aumentou imenso percentualmente mas em colecta nem tanto assim, já as prestações sociais diminuíram, os salários públicos estão há muito congelados, saíram imensos funcionários do Estado, mas a despesa pública aumentou, o que é inexplicável.

A política não pode resumir-se à hipocrisia e à mentira, a menos que queiramos afundar a muito curto prazo.


««« - »»»
Humor e Hipocrisia


segunda-feira, setembro 08, 2014

SINTRA EM PERDA

Sintra continua linda, como sempre, mas mais descuidada do que nunca. As estradas estão em muito mau estado, o estacionamento existente é quase todo pago, e caro, e são muitos os que preferem o estacionamento selvagem, que prejudica a fluidez do trânsito, com a complacência das autoridades que ignoram os pontos mais sensíveis e problemáticos.

Nenhum destino turístico de qualidade pode deitar-se à sombra só do Património natural e monumental, desprezando os restantes aspectos da imagem que projecta para os seus visitantes. 

Ruas sujas, contentores ladeados de lixo, prédios degradados e trânsito caótico não são os melhores cartões de visita para um destino que todos queremos potenciar, pois não?

 Tirada no Domingo

««« - »»»
Humor do Dia
Pintor

domingo, setembro 07, 2014

JUSTIÇA A PASSO DE CARACOL

Nestes últimos dias tenho perguntado a mim próprio, porque razão não se ouve nada sobre quem causou a crise do BES, sobre os inquéritos anunciados, ou sobre diligências da Justiça sobre este caso.

Confesso que não sei porque é que impera o silêncio sobre o assunto, porque não se fala em atribuir responsabilidades, quando já se começou a perceber que a solução encontrada vai originar pedidos de indemnização que ainda nos vão cair no colo.

Os responsáveis pela gestão do BES já tiveram mais do que tempo para cauflar os seus bens, para apagar o rasto de dinheiros e para preparar a sua defesa e blidar a sua situação, mas da Justiça nem a mais vaga notícia.

Já há quem diga que a culpa vai morrer solteira, o que nem é nada de novo, e que a prisão dos responsáveis podia sair muito cara ao erário público, como se percebe pelo cartoon abaixo...


quinta-feira, setembro 04, 2014

O EXPECTÁVEL DEVIA SER EVITADO

A senhora ministra da Justiça veio agora admitir que falhas no Citius eram expectaveis, e que era impossível evitá-las. 

A desculpa é fraquinha, mesmo muito fraquinha, porque a um governante duma área tão sensível como a Justiça, exige-se que seja cauteloso e que tenha tudo preparado para evitar falhas, ainda para mais porque elas eram expectáveis. A leveza com que se avançou sem acautelar os problemas diz muito sobre a qualidade da Justiça que a senhora ministra proclama resultar desta reforma em curso.


Cada vez mais me parece que a saudosa Ivone e o Camilo fizeram esta rábula ontem mesmo...

segunda-feira, setembro 01, 2014

GRANDES PATRIMÓNIOS



- Do País da Luz - 

“ A inteligência, a razão e a vontade, 
precisamente impulsionadas, formando um todo homogêneo, 
constituem uma força sem igual. 

Uma inteligência lúcida e uma razão justa 
hão-de produzir uma vontade inabalável; 
e uma vontade inabalável, 
servindo uma inteligência lúcida e uma razão justa, 
consegue tudo que é possível conseguir-se 
na situação em que cada indivíduo se encontre. 

Tem, pois, o homem, necessidade de 
apurar e educar a sua inteligência, 
a sua razão e a sua vontade, 
como quem valoriza o mais rico 
patrimônio, indispensável à Vida. ” 

Eça de Queiroz


Sarapintada by Palaciano

Escondida by Palaciano