domingo, dezembro 21, 2014

LIBERDADE

Nos últimos dois anos, e nos países europeus onde a austeridade foi mais aguda, surgiram os naturais protestos, que os governos estão agora a combater com punho de ferro, passando a implementar legislação restritiva e medidas de dissuasão musculadas, o que nos faz relembrar regimes políticos do passado.

Se a liberdade significa alguma coisa, será sobretudo o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir.

George Orwell
A resistência e o exercício do direito à crítica e ao protesto, seja ao nível sindical, seja mesmo ao nível da blogosfera, tem custos que podem ser muito elevados, desde a estagnação ou mesmo o despedimento no emprego, podendo também revelar-se ao nível da perseguição, nas redes sociais e na vida particular.

A liberdade custa muito caro e temos ou de nos resignarmos a viver sem ela ou de nos decidirmos a pagar o seu preço.


José Marti

2 comentários:

Gilberto Fernandes Teixeira Teixeira disse...

"A liberdade é uma coisa tão preciosa que devia ser racionada." Lênin. E pelo jeito a Europa já está racionando!

Anónimo disse...

Muitos falam em liberdade mas poucos a desejam realmente, porque é mais fácil "estar na manada". VIVA A LIBERDADE!
Lol

AnarKa