quarta-feira, novembro 05, 2014

CHAMAR OS BURROS PELOS NOMES

Ouvir falar em "ajustamentos" na Segurança Social, para justificar a "dispensa" de perto de 700 funcionários, é revoltante.

O que chega mesmo a enojar é ouvir o titular da pasta dizer que não é um despedimento, mas sim uma "oportunidade" para os ditos funcionários, pois podem ficar aptos para outros trabalhos noutros serviços. 

Dando os nomes verdadeiros às coisas, o ministro tenta aldrabar a malta e estamos perante um dos maiores despedimentos colectivos neste país, em que a entidade empregadora é o Estado, que não hesitou em alterar a natureza dos vínculos dum modo unilateral, despedindo sem justa causa.

Resta aos portugueses "despedir" o governo com a mesma falta de respeito que ele demonstra ter por todos nós...

2 comentários:

Anónimo disse...

Pode ser à paulada?
Bjo da Sílvia

Anónimo disse...

As bestas, é esse o termo certo.
Lol

AnarKa