segunda-feira, agosto 04, 2014

A ACTUALIDADE

Enquanto que os cidadãos são punidos por fata de pagamento das suas dívidas, sendo confiscados os seus bens de imediato, aos accionistas dos bancos são dados os meios e o tempo necessário para acautelarem boa parte dos seus bens e fortuna, antes de qualquer medida punitiva.


Ouvimos há pouco o plano do Banco de Portugal para o BES, mas estranhamente, ou talvez não, do governo ainda não veio uma só palavra, depois da afirmação de que não seria utilizado dinheiro público, o que tecnicamente não é verdade. 

A laranja ainda está verde, mas ao contrário do que acontecerá com este fruto, da solução preconizada para a recapitalização do BES, ou do Novo Banco não se espera nada de doce...

4 comentários:

São disse...

Porque será que eu não acredito nem numa sílaba dita por estas criaturas??

Como eu previ logo que se descobriu esta trafulhice, somo nós que oremos pagar enquanto a Famiglia Espírito Santo tem a sua fortuna bem resguardada!!

Carlos Tavares e Carlos Costa ganham milhares de euros e nem competência têm !!

Boa semana

Anónimo disse...

A justiça é inclemente para os pobres e benemérita para os ricos, como bem sabemos...
Bjos da Sílvia

Maria disse...

Protejer os ricos e abater os pobres.
É a politica deste desgoverno de patifes.

Anónimo disse...

Incrível a desfaçatez de Cavaco e Companhia !


LUIZ