sexta-feira, março 28, 2014

ASNEIRAS RUIDOSAS

Os jogos políticos são por vezes complicados, além de pouco claros, e por vezes o feitiço vira-se contra o feiticeiro, como aconteceu com o caso recente da possibilidade de novo corte nas pensões e nos salários da função pública.

Se foi um isco para ver as reacções, sem se comprometerem, ou se foi apenas um lapso de alguém que acabou por descobrir a careca de governantes que dizem uma coisa e fazem outra, é coisa que pouco importa, já que o que conta são as intenções.

Claro que para os comprometidos tratou-se apenas de ruído, para os defensores oficiais foi manipulação noticiosa e para os mais avisados foi um erro, mas a verdade é só uma: o grupo de trabalho escolhido pelo governo colocou esta hipótese e um membro do governo divulgou-a antes da decisão, pelo que é improvável que o assunto não tenha estado sobre a mesa ou que fosse desconhecido dos governantes.


Dentro de pouco tempo veremos se a saída da troika vai ser um uma nova restauração da nossa independência, como disse Portas, ou será apenas a continuação do pesadelo da colonização económica e política destes pobre país.   

1 comentário:

Kruzes Kanhoto disse...

Com a saída da troika vai voltar o desvario despesista. Eles já andam por aí a afiambrar-se...E vamos ser nós, mais uma vez, a pagar as favas!